domingo, 10 de junho de 2018

Investigador da Polícia Civil de MG assassina companheira e se mata em seguida

Foto ilustrativa

Um investigador da Polícia Civil de Minas Gerais assassinou a companheira e se matou logo em seguida, na noite desse sábado (9), em São Joaquim de Bicas, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu na casa de um amigo do casal.

Cassio Barbosa de Souza, de 45 anos, que seria lotado na 7ª delegacia de Contagem, disparou contra Bruna Christina de Souza e Souza, de 33, que morreu na hora. Logo em seguida, ele teria dado um tiro na própria cabeça. Ainda não se sabe qual foi a motivação do crime.


A Polícia Civil confirmou que houve um crime envolvendo um investigador, mas ainda não deu mais detalhes sobre o caso. Não foi informado também se ele tinha algum tipo de problema com a corporação, nem se estava afastado.

O policial chegou a ser socorrido para a Upa de São Joaquim de Bicas e, em seguida, foi transferido para o João XXIII. Ele estava internado até a manhã deste domingo, mas faleceu por volta das 10h.

Jornal O Tempo


0 comentários:

Postar um comentário