sexta-feira, 8 de junho de 2018

Paulo Câmara entrega Complexo de Polícia Científica e reforça policiamento em Garanhuns

O equipamento irá oferecer serviços de perícia criminal, perícia médico-legal, identificação criminal e retrato falado, atendendo 22 municípios da região. Também foram apresentados 20 novos policiais para o 9º Batalhão da PMPE

GARANHUNS - Mantendo o compromisso de investir e trabalhar por um Estado mais seguro em todas as regiões, o governador Paulo Câmara entregou, nesta quinta-feira (07.06), a primeira das novas unidades descentralizadas da Polícia Científica, em Garanhuns, no Agreste Meridional. O Complexo fortalecerá a investigação de crimes na região, reunindo todos os serviços de perícia criminal, perícia médico-legal, identificação criminal e produção de retrato falado. Ao todo, serão beneficiados mais de 500 mil habitantes de 22 municípios da região. Na oportunidade, também foram apresentados 20 novos policiais militares para reforçar o policiamento ostensivo do 9º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco.

“Hoje, estamos inaugurando oficialmente esse Complexo de Polícia Científica, que vai facilitar muito a vida das pessoas. Vai atender 22 municípios, com a questão das investigações, das perícias criminais. Tudo estará pronto aqui para que se possa oferecer o melhor serviço de segurança à cidade. O complexo vai trabalhar em conjunto com a Polícia Militar e com a Polícia Civil, em uma integração dentro do Pacto pela Vida, onde a gente busca acelerar as informações, diminuir homicídios e diminuir qualquer tipo de mal à população”, pontou o governador.


O Complexo irá funcionar de domingo a domingo, 24 horas por dia. “Vamos oferecer os serviços de perícia criminal em local de crime, drogas, balística e identificação veicular, pelo Instituto de Criminalística (IC); perícias médico-legais em vivos (traumatologia e sexologia forense), com o Instituto de Medicina Legal (IML); e identificação criminal e elaboração de retrato falado, com os profissionais do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB)”, detalhou Sandra Santos, chefe da Polícia Científica de Pernambuco.

Atuarão no local 30 novos servidores, aprovados no último concurso público, nas funções de médico legista, perito criminal, auxiliar de legista, auxiliar de perito e papiloscopista. As novas seis unidades descentralizadas da Polícia Científica de Pernambuco foram criadas pela Lei Estadual nº 16.278, de 27 de dezembro de 2017, e chegarão também a Palmares (Mata Sul) e Nazaré da Mata (Mata Sul); Afogados da Ingazeira, Arcoverde e Ouricuri, no Sertão. Já existiam as unidades do Recife, de Caruaru e de Petrolina – e as duas últimas também estão sendo requalificadas.

Serão atendidos pelo Complexo de Polícia Científica de Garanhuns também os municípios de Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Cachoeirinha, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Saloá, São Bento do Uma, São João e Terezinha. Antes, os moradores dessas cidades eram atendidos pelos servidores da Polícia Científica em Caruaru. Agora, terão acesso aos serviços com mais agilidade.

NOVOS PMS – Os novos 20 policiais militares irão atuar no 9º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), sediado em Garanhuns, para fortalecer o trabalho de policiamento ostensivo nos municípios do Agreste Setentrional, cobertos pela unidade. Os novos profissionais reforçarão as ações de prevenção, assim como contribuirão decisivamente para o combate à criminalidade, principalmente nas ações de pronta resposta. Também atuarão de forma preventiva nas escolas e comunidades, já que a área tem grande destaque como polo turístico e acadêmico do Estado.

COMPROMISSO - O Governo de Pernambuco, desde 2015, já convocou mais de 5.805 profissionais. Desse total, 4,1 mil foram para a PMPE, 905 para a Polícia Civil e 439 para a Polícia Científica, além dos cerca de 300 que estão concluindo o Curso de Formação para o Corpo de Bombeiros. Além disso, um novo edital para preencher 500 vagas para a PM será divulgado ainda este mês, assim como a convocação de mais 500 agentes para o Curso de Formação da Polícia Civil. “Já haviam sido colocados à disposição 85 novos policiais militares para o 9 BPM e, agora, nesse ano de 2018, vieram mais 20. Ou seja, novos policiais militares aqui pro batalhão de Garanhuns, que chegam para fortalecer o policiamento ostensivo aqui da cidade e da região”, declarou o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

SEI-PE


0 comentários:

Postar um comentário