sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Parque Estadual Mata da Pimenteira realiza formação de 50 Agentes Populares em Educação Ambiental

Atividades da primeira fase da capacitação são concluídas nesta sexta (24) e incluem agenda de ações educativas (Foto: Divulgação/CPRH)

Cinquenta alunos, entre agricultores, professores, estudantes, servidores públicos e representantes de entidades da sociedade civil organizada, participaram do curso de Formação de Agentes Populares em Educação Ambiental, voltado para o Parque Estadual Mata da Pimenteira, no município de Serra Talhada, Sertão do Pajeú. Divididos em duas turmas de 25 alunos cada, no final, eles elaboraram uma agenda de ações educativas que serão desenvolvidas na Unidade de Conservação (UC). As atividades aconteceram na Faculdade de Formação de Professores de Serra Talhada (FAFOPST).

A formação foi promovida pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), em parceria com o Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (Cepan). O curso foi realizado em duas etapas: uma de capacitação e a outra de intervenção, com a agenda de ações educativas que serão desenvolvidas no Parque. Os recursos para o projeto são provenientes da Compensação Ambiental, previstos na lei do Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC – Lei Estadual 13.787/2009).

A Mata da Pimenteira é a primeira Unidade de Conservação do Estado no bioma caatinga, criada pelo Governo de Pernambuco em 2012. A formação de Agentes Populares e outras atividades que estão sendo realizadas na área seguem a iniciativa de promoção da EA no âmbito das UCs. O Parque estadual vem sendo contemplado também com oficinas participativas de Fotografia (Olhares da Mata) e para elaboração de publicações educativas, entre outras ações.
Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário