sexta-feira, 28 de julho de 2017

Repórter da Globo Eric Faria lamenta acusação do Santos e relata ameaças

Repórter diz ter sofrido ameaças em redes sociais (Foto: Reprodução SporTV)

O repórter Eric Faria, da TV Globo, lamentou nesta sexta-feira a atitude da diretoria do Santos, que, em ofício, acusou-o de repassar informação ao quarto árbitro no jogo de quarta-feira contra o Flamengo, o que, na visão da diretoria santista, teria causado a anulação do pênalti para a equipe paulista. Eric Faria, que esteve na bancada do "Redação SporTV", relatou que sofreu ameaças de morte nas últimas 24 horas e desafiou o Santos a apresentar qualquer imagem que prove a acusação.

- Isso tudo é muito chato. A gente gosta de vir aqui falar de futebol, e o futebol está virando uma coisa muito maluca, que não é o que a gente gosta de ver. Eu estar aqui hoje falando de uma acusação leviana, falsa, que está me dando um pouco de dor de cabeça em rede social, já recebi um monte de ameaças de morte, que se eu for na Vila Belmiro vou sair no camburão do IML, vou tomar paulada, pedrada, enfim. Mais do que um jornalista, tem um cidadão aqui, pai de família, pai de dois filhos. Ontem, no meio da confusão, tenho um menino de 10 anos que me mandou um WhatsApp: "Está tudo bem, pai, nesse rolo todo? Está vindo para casa bem?" - contou.


Eric, que havia participado por telefone do programa no dia anterior, voltou a negar qualquer tipo de conversa com o quarto árbitro, Flávio Rodrigues de Souza, que também garante não ter consultado o repórter. O jornalista lembrou que não era o único repórter na beira do campo e questionou a maneira como o Santos tratou a questão - o clube pediu, entre outras medidas, a anulação da partida, a proibição de repórteres na lateral do gramado e o descredenciamento de Eric Faria como repórter de campo.

- A troco de quê isso? A gente fala tanto em não violência no futebol, e um clube da grandeza do Santos não precisa disso, não precisa realmente. A história do Santos é linda, é belíssima. Ele está em outras competições. Sinceramente, desviar o foco de uma derrota e atribuir a uma acusação sem pé nem cabeça? Eu sequer me mexo no campo. A gente tem uma posição que é determinada - disse.

Embora triste com o episódio, o repórter garantiu que vai manter seu trabalho normalmente - no domingo, ele está escalado para a transmissão da TV Globo do jogo entre Corinthians e Flamengo, na capital paulista.

- Eu não troquei nem boa noite com o Flávio. Duvido, desafio, que mostrem qualquer imagem que comprovem que falei com o quarto árbitro. Por isso acho que é uma atitude feia do Santos, não precisava disso, e me expôs a uma situação. Mas eu não vou deixar de ir a jogo de futebol, trabalhar em jogo de futebol. Domingo estou escalado. Não tem por que eu me esconder, não tem por que ter medo de nada, não fiz nada e vou de cabeça erguida - completou.

Por SporTV
Rio de Janeiro


0 comentários:

Postar um comentário