terça-feira, 22 de maio de 2018

Ministério Público recomenda suspensão do concurso da Polícia Civil da Bahia 'graves falhas'


O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou a suspensão do concurso público da Polícia Civil da Bahia, devido à “ocorrência de irregularidades” e “graves falhas” na realização do processo seletivo. A recomendação, assinada pelas promotoras Heliete Viana e Rita Tourinho, através do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), foi publicada no Diário Oficial de Justiça do estado nesta terça-feira (22).

O documento foi enviado pelo gabinete da procuradora-geral de Justiça, Ediene Lousado, e é endereçado ao titular da Secretaria de Administração do Estado (Saeb), Edelvino da Silva Góes Filho, e à Fundação Vunesp, que organizou o concurso. As provas foram realizadas no dia 22 de abril. Ao todo, os 48 mil candidatos concorrem a mil vagas: 880 para investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. O maior número de inscritos foi para o cargo de investigador, com 35.036 candidatos – delegado (10.658) e escrivão (2.426) vêm logo em seguida.

Por Correio da Bahia


0 comentários:

Postar um comentário