Publicidade

Frases do dia 24/11/2014: Coletânea IHU Online


Junto e misturado

“Enquanto o PT ainda age para tentar derrubar a indicação de Kátia Abreu para o Ministério da Agricultura, a senadora do PMDB e presidente da Confederação Nacional da Agricultura antecipou a aliados a disposição de implementar um plano que integre políticas para grandes, médios e pequenos agricultores. Pelo projeto que ela desenha para a pasta, assentados seriam tratados como microempreendedores e, assim, passariam a ser atingidos pelas políticas do ministério” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 24-11-2014.

Tiro no pé

“O Blog da Dilma, um dos maiores portais pró-presidente, publicou no sábado um artigo criticando a indicada para a Agricultura. 'Dilma e um tiro no pé chamado Kátia Abreu' é o título” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 24-11-2014.

Voto obrigatório

“Vivemos agora um momento de radicalização - eleitores do PSDB e do PT nos extremos do espectro político (não muito extremos - os dois candidatos prometiam manter os bons programas do outro). Uma vitória e uma derrota apertadas - por alguns pontos percentuais. Não é uma boa notícia. Por isso precisamos do voto obrigatório. Não podemos perder o voto de quem "não está nem aí". São eles que garantem a estabilidade da frágil, delicada e recém inaugurada democracia brasileira” – João Sayad, professor da Faculdade de Economia e Administração da USP –Valor, 24-11-2014.

Todos os homens de Dilma

“O 2º mandato não começou, mas os líderes aliados já desenham o núcleo de poder de Dilma. Estão nesse time os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), Miguel Rossetto (Desenvolvimento Agrário) e o governador Jaques Wagner, que ainda não tem pasta definida. É com esses petistas, além do ex-presidente Lula, que Dilma debate os rumos e os dramas a serem superados nos próximos 4 anos” - Ilimar Franco, jornalista – O Globo, 23-11-2104.

Novo modelo, versão petista

“A escolha de Joaquim Levy para a Fazenda não agrada ala expressiva do PT. Para eles, Levy seria muito ortodoxo. Eles temem que sua escolha comprometa os programas sociais. Alguns ministros o chamam de “o outro Armínio Fraga” - Ilimar Franco, jornalista – O Globo, 23-11-2104.

Fonte: IHU Online

Comentários

Publicidade