quinta-feira, 21 de julho de 2016

Temer pretende mudar lei para diminuir salários e jornada de trabalho


O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou que o governo do presidente interino, Michel Temer, quer começar uma reforma trabalhista ainda neste ano.

A principal proposta seria a atualização da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

De acordo com Nogueira, a lei, criada em 1943, precisa ser aprimorada.

"Ela será simplificada para diminuir a burocracia. Vamos buscar um modelo que prestigie a negociação coletiva", afirmou.

O ministro não detalhou as mudanças que serão feitas, mas redução de salários e jornada devem ser os assuntos principais.

Questões relativas a parcelamento de férias e do 13º não serão alteradas, garantiu Nogueira.

Agora-SP


0 comentários:

Postar um comentário