sábado, 12 de agosto de 2017

Comissão de delegados vai investigar morte de empresário em Delmiro Gouveia (AL)


Uma comissão composta de três delegados vai investigar a morte do empresário Rodrigo Alapenha. A informação foi divulgada pela Polícia Civil de Alagoas neste sábado (12).

O empresário foi assassinado a tiros na sexta-feira (11), na cidade de Delmiro Gouveia, quando chegava em casa. Ele morreu antes de receber atendimento médico.

Compõe a comissão os delegados Mário Jorge Barros, gerente da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) e Rodrigo Cavalcante, titular da 1ª DRP, de Delmiro Gouveia, e o delegado Valter Fontes.

“Como em inúmeros outros casos, a Polícia Civil trabalhará para elucidar e chegar aos responsáveis pelo assassinato do empresário, com calma, cautela, discrição e com sigilo para não atrapalhar a investigação. Solicitamos a todo cidadão que tiver informação, que possa colaborar, comunique pelo disque denúncia no 181”, disse o delegado-geral Paulo Cerqueira.

Mais sobre o caso

O delegado Cícero Lima diretor da Área 4 do Alto Sertão de Alagoas concedeu uma entrevista exclusiva ao portal Radar89 para falar sobre as investigações do assassinato do empresário Rodrigo Alapenha que é genro do ex-prefeito Lula Cabeleira. A entrevista foi realizada na noite desta sexta-feira, 11, no local do crime.

Segundo o delegado Cícero, as primeiras investigações apontam que os criminosos estavam em um veículo HB-20 Sedan de cor branca e placa não divulgada, cerca de quatro bandidos estariam dentro do veículo no momento do crime. Cápsulas de pistolas calibre 380, PT.40 e 9milimetro foram encontradas no local.

Ainda de acordo com informações do delegado, os bandidos teriam seguido Rodrigo Alapenha do seu estabelecimento (Loja de Pneus – MultPneus) que fica localizado no Posto Shell em frente ao Ginásio de Esportes do Bairro Novo, até próximo a sua residência localizada no Conjunto Habitacional Rosa de Sharon parte alta do município, quando encostaram e efetuaram cerca de 30 disparos, os tiros atingiram a região das costas e cabeça, a caminhonete L-200 de cor branca e placa KGL-4024 que ele conduzia só parou após colidir com uma árvore, populares ainda tentaram socorre-lo, mas ele já estava sem vida, nenhum bem material foi levado pelos assassinos.

Em seguida os criminosos fugiram pelo Anel Viário que tem destino a BR-423 que liga os estados da Bahia e Pernambuco. Imagens do circuito de monitoramento gravaram momentos antes do crime, o carro de Rodrigo Alapenha sendo seguido pelo HB-20. A casa do empresário que fica cerca de 300 metros de onde ele foi assassinado possui circuito de monitoramento, mas as imagens não estavam sendo gravadas.

Ainda segundo o delegado, as investigações apontam duas linhas, porém elas não foram informadas, existe há suspeita que os assassinos sejam de outro estado e provavelmente de Pernambuco, já que a vítima era natural de Garanhuns, mesorregião do Pernambuco.

O corpo foi retirado do local por volta das 21h, após ser realizado o trabalho do Instituto de Criminalista (IC) de Maceió.

O cunhado da vítima, o empresário ‘Lulinha’ informou que o local do velório e sepultamento ainda não foram decididos pelos familiares.

Repercussão:

Após o crime, diversos meios de comunicações da capital entraram em contato com a redação do Radar89, para colher mais informações, todos os sites de Alagoas e de outros estados destacaram a morte do empresário fazendo referência a filha do ex-prefeito Lula Cabeleira.

Manifestações:

Nas redes sociais, amigos lamentaram a morte do empresário que era bem quisto na cidade e tinha uma boa aproximação com todos. “Ele era uma pessoa bem de vida e gostava muito de ficar com os amigos, recentemente estávamos em um momento de lazer e agora sou surpreendido com essa triste notícia.” Lamentou um amigo que estava no local e não preferiu se identificar.

Blog de Ozildo Alves


0 comentários:

Postar um comentário