quinta-feira, 6 de julho de 2017

Assalto termina com três mortes em centro espírita em PE

Corpo de vítima sendo retirado pelo IMLFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Um assalto no Grupo Espírita Amor ao Próximo (Geap) terminou em tragédia na noite desta quarta-feira (5) em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana. Um bando assaltou frequentadores que estavam reunidos no Centro, localizado em Piedade, e três pessoas foram mortas.

Armado com revólveres, o grupo formado por pelo menos três pessoas com idades entre 20 e 25 anos arrombou o portão e entrou no centro espírita, localizado na rua Zelindo Marafante, por volta das 20h30. Havia quase 200 pessoas na reunião espírita. Na investida, o cabo Alexsandro Alves de Melo, lotado no 18º Batalhão da Polícia Militar e que estava no centro, reagiu e houve um tiroteio.

Frequentadora do centro, Luisiana de Barros Correia Nunes, de 57 anos, foi atingida pelos disparos e morreu no centro espírita. Dois suspeitos foram mortos do lado de fora do centro.


O PM foi atingido na cabeça e levado em estado grave para o Hospital da Restauração, na área central do Recife. Há também informações, não confirmadas, de que um oficial da Aeronáutica estava presente e também teria reagido à investida.

Segundo o soldado Cleber Gomes, do 6º BPM, um dos primeiros a chegar ao centro espírita após o assalto, um dos suspeitos estava na calçada já agonizando. O outro se encontrava mais adiante, embaixo de um carro, também já morrendo. Um terceiro suspeito, ferido, foi levado para a UPA da Imbiribeira. Segundo o PM, a cena no salão do Geap era terrível: "O salão estava muito revirado, com sangue por todo lado". A polícia apreendeu dois revólveres .38 dos suspeitos. O PM estava com pistola ponto 40.

Pânico e correria
Muitos frequentadores ficaram feridos na correria e outros passaram mal, nervosos, e foram atendidos. No local, havia dezenas de idosos.

Na fuga, um dos suspeitos assaltou uma moradora para fugir no carro dela, mas não conseguiu dirigir o veículo, que é automático, e saiu correndo.

Folha de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário