sexta-feira, 19 de maio de 2017

Gato-mourisco atropelado no Ceará passará por cirurgia no Cetas Tangara

Espécie está na lista dos ameaçados de extinção. Animal foi encontrado em Barbalha, no Ceará, e entregue à CPRH em Exu, Sertão de Pernambuco (Foto: Divulgação/CPRH)

Um gato-mourisco (Puma yagouaroundi) atropelado em rodovia no município cearense de Barbalha, no lado norte da Chapada do Araripe, está recebendo cuidados no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), e passará por cirurgia. A espécie está na lista dos ameaçados de extinção e foi entregue a agentes ambientais da CPRH no município de Exu, no Sertão pernambucano, que o trouxeram para o Cetas.

Adulto, o gato-mourisco foi encontrado acidentado em Barbalha na segunda-feira (15). Teve fraturas no fêmur e na pélvis. Foi recolhido por agentes da Área de Proteção Ambiental (APA) do Araripe, unidade de conservação federal com abrangência em áreas de predominância da caatinga em três Estados – Ceará, Piauí e Pernambuco. Recebeu cuidados iniciais e, na terça (16), foi entregue à equipe da CPRH que se encontrava no Sertão do Araripe, no município de Exu.

Na quarta (17) à tarde chegou ao Cetas Tangara, onde passou por avaliação clínica, com exames de Raio X e ultrassom. O parecer é por uma cirurgia no fêmur, que será feita por veterinários do Centro de Triagem e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). A intervenção ocorrerá no início da próxima semana.

O Cetas Tangará, no bairro da Guabiraba, Recife, é o local de destinação de animais silvestres recolhidos em ações de resgate e apreensão, além de receber entregas voluntárias. Lá, os animais são tratados, reabilitados e preparados para serem reintroduzidos à natureza.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH
www.cprh.pe.gov.br


0 comentários:

Postar um comentário