quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Globo deve pagar indenização milionária à família de Domingos Montagner


Quase uma semana após a morte do ator Domingos Montagner, que faleceu após afogamento no rio São Francisco, em Sergipe, muito se tem falado sobre os direitos legais da família do artista.

O Ministério Público Federal de Sergipe já pediu à prefeitura de Canindé do São Francisco uma indenização pela morte trágica do ator. O processo chama a atenção, principalmente, para a omissão do poder público na falta de equipamentos de segurança no local (salva-vidas) e sinalização para a área de perigo.

Já a Globo, emissora que levou o elenco da novela Velho Chico para gravar no Nordeste, deve se responsabilizar por outra quantia. A TV tem dado suporte financeiro e psicológico aos familiares e deve fazer um acordo financeiro.


O ator de 54 anos tinha renovado contrato até 2020, dessa vez como protagonista, e recebia salário entre R$ 70 mil e R$ 100 mil. Procurada pelo Viver, a assessoria da emissora informou que "neste momento tão doloroso a TV Globo está focada em adotar todas as medidas possíveis para confortar e apoiar os familiares do ator a enfrentar essa fatalidade, entre elas as de natureza legal".

Domingos Montagner se afogou na última quinta-feira (15), enquanto mergulhava com a atriz e colega de elenco Camila Pitanga no rio São Francisco. O corpo dele foi encontrado cerca de três horas depois há 30 metros de profundidade. Montagner tinha 54 anos e estava no ar com o personagem Santo na novela global Velho Chico, de Benedito Ruy Barbosa.

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário