sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Na OAB-PE, Silvio pede apoio para o combate à violência no Estado

O próximo passo da Oposição, segundo Silvio, será procurar o Poder Judiciário, o que pode acontecer já na próxima semana (Foto: Arthur Marrocos)

O deputado Silvio Costa Filho (PRB), em nome da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), procurou nesta quinta-feira (11) o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE), Ronnie Duarte, para debater o crescimento da violência no Estado. O encontro teve como objetivo pedir a contribuição da instituição para o debate e construção de uma alternativa para o combate à violência no Estado.

De acordo com Silvio, o crescimento do número de assassinatos no Estado pelo terceiro ano consecutivo vem amedrontando a população, que se sente cada vez mais acuada pelo clima de insegurança nas ruas. “Desde o final de 2013, o Pacto pela Vida vem perdendo sua efetividade. Em 2014 houve um crescimento de 10% no número de assassinatos. No ano passado, foram 13,3% e agora, até o mês de julho, já estamos com mais de 6% de aumento no número de mortes violentas”, relatou.

Segundo o parlamentar, a ideia é construir um amplo debate sobre o assunto, que tanto vem impactando a vida da população. “Não estamos no clima da crítica pela crítica. Queremos sentar à mesa com o Governo, o Poder Judiciário, a OAB, as entidades de classe, a universidade e discutir como podemos resgatar o Pacto pela Vida”, destacou.

Para Ronnie Duarte, o tema preocupa a toda sociedade e merece sim uma atenção da OAB. “Esse tema já está na pauta da OAB, no âmbito das suas comissões, e estamos disponíveis a participar desse debate em prol da melhoria das condições de vida da população. Aprofundaremos essa discussão internamente e, tão logo tenhamos um diagnóstico concreto, estaremos prontos para contribuir”, afirmou o presidente da OAB.

O próximo passo da Oposição, segundo Silvio, será procurar o Poder Judiciário, o que pode acontecer já na próxima semana. “A Oposição está à disposição do Governo do Estado para ajudar no resgate do Pacto pela Vida. Independente de cor partidária, é importante envolver toda a sociedade no combate à violência, que atinge a todos, independente de classe social ou corrente política”, defendeu.


0 comentários:

Postar um comentário