quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Cidades do Sertão de PE devem ficar em estado de alerta por causa de baixa umidade

Temperatura elevada faz umidade relativa do ar baixar (Foto: Taísa Arruda/G1)

Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu uma nota informando que as cidades do Sertão do estado devem ficar em estado de alerta por conta da baixa umidade. Petrolina e Ouricuri registraram apresentaram umidade relativa do ar abaixo de 20% esta semana, segundo a Apac.

Em Petrolina a umidade relativa do ar chegou a 16% no dia 29 de outubro. Já em Ouricuri a umidade chegou a 19%. A agência alertou para oque a situação poderia ficar complicado nos dias seguintes. O nível aceitável, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), deve estar acima dos 50%.

Umidades muito abaixo deste percentual podem causar problemas na saúde das pessoas, como complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele; Irritação dos olhos eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos e aumento do potencial de incêndios em pastagens.


Pessoas que estejam em locais em estado de alerta, que apresentem umidade entre 12 e 20%, precisam tomar alguns cuidados para evitar problemas como umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas, consumir água à vontade, suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10h e 16h, evitar aglomerações em ambientes fechados e usar soro fisiológico para olhos e narinas.

G1 Petrolina


0 comentários:

Postar um comentário