quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Prefeitura de Cabrobó faz parceria com sistema nacional para desburocratizar registros de empresas


A Prefeitura Municipal de Cabrobó recebeu a visita de um representante da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe), nessa quarta-feira (16), para firmar parceria e instalar no município a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). A iniciativa visa simplificar procedimentos e diminuir a burocracia no momento da oficialização de uma empresa, o que segundo o prefeito Marcílio Cavalcanti, vai facilitar a criação de novos postos de trabalho na cidade.

De início, a Jucepe realizará treinamentos com uma equipe técnica da prefeitura para a efetivação e integração do sistema com os órgãos municipais. De acordo com o representante da Junta Comercial, André Ayres da Costa, o Redesim integrará todos os processos das entidades responsáveis pelo registro, inscrição, alteração e baixa das empresas, por meio de uma única entrada de dados e de documentos, acessada via internet.

Durante a reunião, que também contou com a presença da gerente de Negócios do Sebrae, Maria Regina, Marcílio ressaltou a importância das ações efetivadas pela Jucepe e Sebrae no estado e comemorou a implantação e integração do Vale do São Francisco através da Redesim, em municípios como Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande. “Estamos buscando modernizar o setor de tributos do nosso município, procurando com esta parceria criar um campo propício para a instalação de novas empresas e o desenvolvimento das que já estão aqui”, disse Cavalcanti.

Esse é mais um convênio desenvolvido pela administração municipal nos últimos oito meses. Desde que assumiu, o prefeito Marcílio Cavalcanti fez parcerias com o Governo do Estado e o Ministério da Educação (MEC) para a instalação de duas escolas, uma de ensino técnico e outra integral, para a limpeza e reforma da cidade, melhorias na iluminação pública, além de conseguir investimentos que chegam a R$ 17 milhões em saúde, educação e infraestrutura.

CLAS Comunicação & Marketing


0 comentários:

Postar um comentário