sábado, 4 de fevereiro de 2017

Em posse solene, PGJ defende que MPPE se aproxime de instituições e da sociedade


Atuação integrada com os anseios da sociedade. Com esse objetivo, o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Francisco Dirceu Barros, prestou juramento solene perante o Colégio de Procuradores de Justiça na posse solene realizada no auditório Tabocas do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Barros será o chefe do MPPE ao longo do biênio 2017-2019.

“A relação do MPPE com a sociedade é de simbiose, uma relação intrinsecamente relevante. Por esse motivo, estamos orientando a todos que fazem a Instituição a trazer o Ministério Público de volta às suas origens, que é ser o guardião da sociedade”, afirmou o procurador-geral.

Durante a cerimônia de posse, Francisco Dirceu Barros ainda lembrou sua trajetória desde o início de sua carreira como promotor de Justiça do MPPE, em 1999, e disse que o biênio à frente do MPPE é “um novo ciclo que se inicia, com caminhos desafiadores, em prol dessa honrosa Instituição”.

Como medida administrativa para enfrentar a dificuldade financeira que o país atravessa, ele destacou que pretende apresentar, na próxima semana, um plano de contingenciamento que visa otimizar o uso dos recursos, a fim de permitir investimentos para enfrentar desafios como o deficit de promotores de Justiça, visto que o MPPE conta com aproximadamente 160 cargos vagos em todo o Estado. “O MPPE deve ser ágil, resolutivo, preventivo, e o promotor de Justiça deve ser um agente social, cumprindo as atribuições relevantes que foram destinadas à Instituição pela Constituição de 1988”, complementou o procurador-geral.

A sessão solene de posse foi presidida pelo ex-procurador-geral de Justiça Carlos Guerra de Holanda, que destacou as ações de combate à corrupção e de profissionalização da gestão desenvolvidas ao longo do biênio 2015-2017.

Por sua vez, o presidente da Associação do Ministério Público de Pernambuco, promotor de Justiça Roberto Brayner, desejou sucesso ao novo chefe do MPPE e pediu que ele mantenha, ao longo de sua gestão, a firmeza para agir em defesa do interesse público, o equilíbrio para combater os extremismos e a temperança para que governe em benefício de toda a sociedade.

Além dos membros e servidores do MPPE, compareceram à posse solene do procurador-geral de Justiça o governador do Estado, Paulo Câmara, o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Leopoldo Raposo, o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Guilherme Uchôa, o presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais, Rinaldo Lima, o representante do Conselho Nacional do Ministério Público, conselheiro Orlando Rochadel, o defensor público geral de Pernambuco, Manoel Jerônimo de Melo Neto, o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Cristiano Pimentel, e o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

MPPE


0 comentários:

Postar um comentário