sábado, 28 de janeiro de 2017

Número de demissões em Petrolina supera contratações em 2016, aponta Caged


Em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, o número de desligamentos no ano de 2016 foi 2% maior do que o de admissões. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No ano passado, 34.900 pessoas ficaram desempregadas.

O setor que mais sofreu foi o da construção civil, com 1.173 postos de trabalho fechados. Na construtora que Mário Spínola trabalha o quadro de funcionários vem sendo gradativamente reduzido. “Estamos demitindo mais que contratando neste primeiro semestre, mas não exageradamente, muito equilibradamente a gente está fazendo uma redução de quadro, mas com uma expectativa de uma retomada forte na construção no segundo semestre”, destacou o coordenador de engenharia, Mário Spínola.

Segundo último levantamento do Caged, o país perdeu pouco mais de 462.360 postos de trabalho, somente no mês de dezembro do mesmo ano. Em Pernambuco, quase 39 mil pessoas ficaram desempregadas no último mês do ano.

José Renilson está entre os números de 2016. Ele ficou desempregado após a empresa que trabalhava cortar o número de funcionários. “A empresa funcionava com 386 funcionários. Hoje ela funciona com 150 e não tem previsão desse pessoal voltar a trabalhar”, disse José Renilson.

G1 Petrolina


0 comentários:

Postar um comentário