sábado, 14 de janeiro de 2017

Coordenadora do pólo Sindical expressa indignação com a forma que a Codevasf vem tratando interesse dos reassentados dos projetos irrigantes de Itaparica

Genilda da Silva - Coordenadora Geral do pólo Sindical

A Coordenadora Geral do pólo Sindical, Genilda da Silva, expressou nesta sexta-feira (13) sua indignação com a forma que a Codevasf vem tratando as questões de interesse das famílias reassentadas dos projetos que integram o sistema de Itaparica. Genilda lembrou alguns pontos que foram tratados em outras oportunidades, onde órgãos do governo federal estiveram representados e que tudo parecia que teria um encaminhamento. Genilda que tambem é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Orocó, manifestou imensa preocupação com a política adotada pela nova diretoria da Codevasf e que possivelmente afetará a produção e o consumo humano.

O Pólo Sindical, que representa as famílias de todos os Projetos de Irrigação do Sistema Itaparica, emitiu nota onde repudia a forma como a Codevasf vem tratando essas questões. Sobre tudo, no que diz respeito à realização de um seminário que acontecerá nos dias 19 e 20 de janeiro em Juazeiro Bahia. Ainda segundo Genilda, representante do Pólo na região, pelo fato de que o órgão federal tem tomado medidas sem se quer ouvir os principais interessados que são os próprios produtores. Ela cita que entre as determinações uma chega a ser chocante; quando será efetuada uma redução no já sacrificado abastecimento de água para os lotes dos Perímetros Irrigados, sendo que, lotes e residências ficarão sem água aos sábados, domingos e feriados.

Veja a nota na integra:

Via Blog de Didi Galvão


0 comentários:

Postar um comentário