sexta-feira, 13 de abril de 2018

Avós levam neto para entregar uma tartaruga muçuã à CPRH

O pequeno réptil – uma tartaruga de água doce – foi encaminhado ao Cetas Tangara e em breve retorna à natureza (Foto: Divulgação/CPRH)

Uma tartaruga da espécie muçuã, também chamada de jurará (Kinosternon scorpioides), foi entregue à Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) no fim da tarde da quarta-feira (11) pelo garoto Ayrton Lucas, 7 anos, e seus avós Silvana Martins e José Brasil. O réptil, com aproximadamente 13 centímetros de casco, recebeu os cuidados do menino e da sua família desde o domingo (8), no bairro de Santa Mônica, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife.

O animal foi dado como presente para o garoto por uma senhora no domingo. Imediatamente após mostrá-lo aos avós, o bichinho recebeu cuidados. A tartaruga foi alimentada com coentro, tomate e pão molhado, também sendo colocada em um recipiente com água. Mas, também de imediato, o avô José Brasil disse que pesquisou na internet órgãos que cuidassem de animais silvestres para que ele tivesse o destino correto. Assim, decidiu levar o muçuã – pequena tartaruga de água doce – à CPRH.
Após fazer a entrega voluntária, o garoto Ayrton Lucas, bastante contente, recebeu livros educativos – produzidos pela Agência – que abordam a importância da preservação do meio ambiente e da fauna silvestre. O muçuã foi encaminhado ao Centro de Treinamento de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, e posteriormente será devolvido à natureza.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário