terça-feira, 6 de junho de 2017

Dia do Meio Ambiente: Codevasf realiza peixamento com 20 mil alevinos em Pernambuco

Piau verdadeiro foi espécie escolhida para ação de repovoamento no rio São Francisco (Foto: Codevasf/Divulgação)

Nesta segunda, 05 de junho, em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em parceria com a Prefeitura Municipal de Petrolina (PE), realizou uma ação de repovoamento do rio São Francisco no município. Foram lançados cerca de 20 mil alevinos da espécie piau verdadeiro.

A ação foi executada por intermédio do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro (3ª/CIB), em parceria com a Agência Municipal de Meio Ambiente de Petrolina. Os espécimes usados nos peixamentos são todos produzidos no Centro, que em 2016 teve produção estimada em 1,8 milhão de alevinos.
A chefe do 3ª/CIB, Adriana Nascimento, explicou a razão da escolha do peixe: “O piau verdadeiro, aqui na região do submédio São Francisco, é um peixe bastante apreciado. As espécies nativas vieram decaindo, em número, ao longo dos anos, no tocante ao estoque pesqueiro, devido a barramentos, assoreamento de lagoas marginais, poluição e outros componentes que vieram impossibilitando que as espécies nativas do São Francisco mantivessem a sua reprodução como há 40 anos. Então, o Centro trabalha com a reprodução artificial de espécies nativas justamente para ajudar o rio a manter seus estoques pesqueiros. Hoje foi o piau”.

Além de promover o repovoamento e a biodiversidade da bacia hidrográfica, os peixamentos contribuem para a pesca familiar, com o aumento dos estoques pesqueiros, e para a conscientização da população a respeito da importância de preservação dos recursos naturais. José Reinado é pescador e tira dessa atividade o sustendo para sua família, esposa e seis filhos. “Isso aqui é a nossa riqueza. Tem que preservar a natureza! Se não preservar, a gente não vai ter um futuro melhor para os nossos filhos, os nossos netos, os bisnetos que virão. Soltando peixes, como a gente fez hoje aqui, já melhora bastante. Eles vão crescer, reproduzir no meio ambiente, e aí vai melhorar 100%. Fazendo isso mais vezes, fica melhor ainda”, comemorou.

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, também considera o rio como um bem precioso que precisa ser cuidado. “O rio São Francisco é o maior patrimônio natural de nossa região e, após muito tempo negligenciado, começa a ser revitalizado com o apoio de muitos parceiros como a Prefeitura e a Codevasf. Mas esse processo de preservação deve ser permanente, envolvendo não apenas os órgãos públicos, mas toda a sociedade”, afirmou.

Manter as ações de preservação do “Velho Chico” é algo que está nos planos do superintendente regional da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro. Segundo ele, em razão da importância da conscientização e da diminuição do impacto gerado pelo homem, o Dia Mundial do Meio Ambiente é uma data que merece bastante destaque no calendário. “Como a nossa Superintendência Regional é conhecida pela produção de alevinos, temos de nos preocupar principalmente em repovoar essas espécies do nosso rio. Neste momento, estamos fazendo um peixamento de uma espécie nativa, de grande importância para a região”, salientou.

Ainda nesta semana, a Codevasf realizará um novo peixamento no rio São Francisco em Pernambuco. Desta vez, o trecho beneficiado será o que atravessa o município de Cabrobó.

Mais informações: http://www.codevasf.gov.br

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf


0 comentários:

Postar um comentário