Publicidade

Vaiado no Maracanã, Bolsonaro não entrega troféu ao Brasil... mas posa com o time

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro Sergio Moro antes da partida entre Brasil e Peru, válida pela final da Copa América de 2019

Se o Brasil fosse campeão da Copa América de 2019, o presidente Jair Bolsonaro poderia entregar o troféu ao capitão Daniel Alves. A seleção brasileira venceu o Peru por 3 a 1, neste domingo, no Maracanã, mas o chefe de estado não fez a honraria, que coube ao presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez.

VEJA MAIS: Bolsonaro quase cai ao comemorar gol do Brasil no Maracanã e internet não perdoa

Ao entrar no gramado do estádio para para participar da entrega das medalhas, o chefe de estado foi fortemente vaiado pelo público no Maracanã. Depois, ele tirou uma foto com a taça e toda equipe.
Bolsonaro acompanhou a final ao lado do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, além de outros ministros e integrantes do governo.

Todos ficaram ao lado do presidente da Conmebol e do atacante Neymar, que levou o filho Davi Lucca para ver a seleção, na tribuna de honra no estádio. Bolsonaro acenou para os torcedores e posou para fotos. Aliás, ele quase caiu ao ficar entusiasmado com o gol de EvertonCebolinha, ainda no primeiro tempo.

Jornal Extra-RJ

Comentários

Publicidade