Publicidade

Após conquista do Brasileirão, presidente do Palmeiras fala de renovação com Crefisa, Dudu e reforços para 2019


Depois da festa pelo seu décimo título do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Palmeiras começa nesta segunda-feira a trabalhar com mais intensidade o seu planejamento para a próxima temporada.

Com a conquista nacional confirmada, e com a diretoria mantida – além da reeleição de Maurício Galiotte, o diretor Alexandre Mattos renovou contrato –, o Verdão trabalha agora para fechar o elenco de 2019. Perder Felipão para a seleção da Colômbia é algo nem cogitado – a assessoria de imprensa do treinador nega que ele tenha sido procurado pela Federação Colombiana, apesar de o atacante Borja ter dito durante a festa que trabalha para "convencer" o treinador.

Para garantir a permanência de Dudu no Palmeiras, Galiotte não descartou oferecer um novo contrato ao atacante, que em março renovou com o clube até o fim de 2022. Ou seja: Dudu poderia ganhar um aumento.

– Pode ser (de renovar), vamos trabalhar para que o Dudu continue. Vamos entender a situação e buscar alternativas – disse Galiotte.

– O Palmeiras tem de ser forte o ano que vem, como foi esse ano, e cada ano mais forte. O Palmeiras tem condições para isso. Temos uma equipe qualificada, um trabalho de base muito consolidado, equilíbrio financeiro e administrativo, patrocínio da Crefisa e da FAM, que são de ponta. O Palmeiras tem hoje todos atributos que são fundamentais para conquista de títulos e para continuar conquistando – completou o dirigente.

Para 2019, além de Alexandre Mattos, o Palmeiras renovou por mais uma temporada com os goleiros Jailson e Fernando Prass e com o zagueiro Edu Dracena.
Destaque do time campeão brasileiro, o lateral-direito Mayke foi adquirido em definitivo e assinou por mais cinco anos.

O atacante Arthur Cabral, que deixa o Ceará, e o meio-campista Zé Rafael, que estava no Bahia, são as duas contratações que já foram anunciadas pelo Verdão para a próxima temporada.

Confira outros trechos da entrevista de Maurício Galiotte:

Reforços

– Não tem número (de contratações) definido. O que tem é conceito. Nós queremos manter a maior parte dos jogadores que pudermos, contratações pontuais, e trazer alguns meninos da base pelo menos para ir treinando conosco. Alguns vamos emprestar e outros vão ficar conosco. A ideia é que o Palmeiras, ao longo do tempo, reduza o número de contratações e trabalhe melhor com a base. Historicamente nunca trabalhamos bem a base. A ideia é que daqui pra frente a gente caminhe nessa direção.

Mercado

– Até hoje não conversaríamos com nenhum empresário para ter foco no título e no Brasileiro. Agora, na próxima semana, vamos tratar todos os casos com a devida atenção. Mas a ideia é que o Dudu permaneça. Vamos trabalhar muito nessa direção. Tanto Dudu quanto os demais do elenco.

Futuro de Dudu

– O Palmeiras renovou com o Dudu em fevereiro, ele tem um contrato novo conosco. Inclusive foi isso que eu falei para o Dudu na metade do ano. O que a gente conversou com ele, quando chegou a proposta, que é importante o aspecto financeiro, é incomparável em termos de valores, mas temos de pesar também o plano de carreira, onde o atleta pensa em chegar, a ideia dele em termos de seleção brasileira e exposição. Aqui no Palmeiras ele vai ter grande exposição, vai estar disputando títulos. Importante que tudo isso seja considerado, foi o que eu falei para o Dudu na metade do ano.

Dudu, do Palmeiras, exibe medalha de campeão brasileiro; Galiotte quer segurá-lo no elenco — Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / divulgação

– Vamos fazer o que for possível. A ideia é que o Dudu permaneça com a gente. Nosso trabalho, daqui para frente, será de manutenção. É um grupo muito qualificado. Gostaríamos de contar com todos os jogadores para o ano que vem, trazendo algumas contratações pontuais.

Permanência de Marcos Rocha

– Houve contato com o Atlético-MG. Estamos tentando a manutenção do Marcos Rocha para a próxima temporada também.

Renovação com a Crefisa

– Ainda não está (certo, como disse Leila Pereira na semana passada), mas nas próximas semanas a gente vai conversar sobre isso. Temos hoje uma parceria de sucesso. O Palmeiras é importante para a Crefisa, e a Crefisa é importante para o Palmeiras. Os quatro últimos anos mostraram que é um trabalho que está sendo bem feito e que estamos colhendo bons frutos. A ideia é que a gente renove. Vamos tratar a partir da semana que vem.

Título do Campeonato Brasileiro

– É uma alegria muito grande, como presidente e como palmeirense. Alegria muito grande poder estar aqui hoje e comemorar com a nossa torcida. O momento mais emblemático de todo o trabalho é o título. Então hoje a gente pode proporcionar essa satisfação ao torcedor.

Por Felipe Zito — São Paulo

Comentários

Publicidade