sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Continuarei trabalhando pelos direitos das mulheres no Senado, se compromete Humberto



Em um café da manhã com grupos de mulheres do PT, PSB e PCdoB, nessa quinta-feira (20), o líder da Oposição a Temer no Senado e candidato à reeleição, Humberto Costa, se comprometeu em continuar trabalhando pelos direitos das mulheres. “Estarei lá no Senado Federal atuando fortemente em defesa das mulheres que sempre sofreram preconceito e violência. Infelizmente cresce a cada dia o feminicídio no nosso país. Quero me empenhar fortemente em favor das mulheres”, afirmou o senador.

Humberto tem atuado de forma efetiva na proteção às mulheres. Recentemente, conseguiu aprovar no Senado um Projeto de Lei (PL) que torna crime a importunação sexual e a divulgação de cenas de estupro. O senador, inicialmente, apresentou um projeto de lei que sofreu alterações na Câmara Federal e voltou ao Senado, tendo Humberto como relator.

“Aprovamos no Senado um projeto que torna realmente crime a importunação sexual que comumente vem acontecendo nos ônibus e até então não gerava nenhuma punição ao seu autor. Além disso, o ato de divulgar cenas de estupro ou cenas de sexo sem o consentimento da vítima também será considerado crime. Além disso, também aumentou a pena para o chamado estupro coletivo. Foi um grande avanço”, observou Humberto.

A secretária das Mulheres do PT, Sueli Oliveira, lembrou da atuação permanente de Humberto em favor das mulheres, mas também cobrou que esse posicionamento seja permanente por parte do senador. “Sabemos dos avanços no setor, mas ainda estamos longe de uma política permanente em favor das mulheres. Queremo o seu compromisso com a causa, lá no Senado”, reivindicou Sueli, que entregou ao senador petista um documento com um levantamento da situação e das reivindicações das mulheres em Pernambuco.

Humberto Costa reafirmou seu comprometimento em relação ao tema e falou sobre a importância da mulher como agente político. “Temos pouquíssimas mulheres atuando na política. Temos que, urgentemente, fortalecer a formação dessas mulheres para que cada vez mais elas possam defender políticas públicas perante os entes municipal, estadual e federal. Temos que eleger uma bancada feminina expressiva nos estados e no Congresso Nacional”, finalizou Humberto.


Assessoria de Imprensa Humberto Costa


0 comentários:

Postar um comentário