sábado, 1 de setembro de 2018

Água do canal do Sertão é usada de forma clandestina


Pequenos agricultores retiram água do canal para vender a produtores do Sertão

O Canal do Sertão serpenteia as regiões mais castigadas nos períodos estiagem no Alto Sertão alagoano, como ocorre neste momento. A secretaria de Infraestrutura garante que água do rio artificial atende, atualmente, a 189.152 pessoas através do projeto de integração de adutoras do Sertão. Além disso, pequenos agricultores sem assistência técnica promovem irrigação clandestina de lavouras mantidas numa das regiões mais sensíveis do semiárido.

Neste momento, a água irriga pequenas lavouras de milho, feijão, batata, macaxeira, palma forrageira, mata a sede dos animais da região, é comercializada clandestinamente por caminhões-pipa e até em carroças. Fontes do governo garantem que técnicos desenvolvem projetos sustentáveis, mas efetivamente.

Por: Gazeta de Alagoas


0 comentários:

Postar um comentário