terça-feira, 13 de março de 2018

Prisão de Lula pode ser no dia 26 deste mês


Diante da negativa da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, de levar ao plenário da Corte a discussão sobre o início do cumprimento da pena pelos réus condenados em segunda instância, os petistas mudaram, desde o último fim de semana, a abordagem sobre a iminente prisão do ex-presidente Lula. A expectativa entre os dirigentes do PT é que a prisão do ex-presidente ocorra no dia 26 de março, quando a 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) faz a sua primeira reunião ordinária depois que o desembargador Victor Laus voltar de férias.

Os três magistrados da turma podem analisar nessa data os embargos declaratórios apresentados pela defesa do petista. Após essa apreciação, o caso estará concluído na segunda instância, o que preenche os requisitos para o início do cumprimento da pena pelo réu de acordo com o entendimento atual do STF.


No dia 26, Lula estará no meio da caravana que iniciará na próxima semana pelos três estados da região Sul.

Em conversas reservadas, o próprio ex-presidente vem afirmando que espera ser preso nos próximos dias e que está se preparando para isso.

O Globo


0 comentários:

Postar um comentário