Publicidade

CPRH terá reforço no monitoramento dos recursos hídricos do Estado

Facepe aprova financiamento para o desenvolvimento de nova ferramenta tecnológica do SIG Caburé (Foto: CPRH/Divulgação) 

O Sistema de Informações Geoambientais de Pernambuco (SIG Caburé), da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), terá em breve um módulo tecnológico de monitoramento dos recursos hídricos do Estado. Proposta da CPRH ao edital 13/2016 da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), para apoio financeiro ao desenvolvimento do sistema, passou por avaliação do Comitê Técnico da instituição e, em seguida, recebeu aprovação imediata da diretoria do órgão. O investimento será de R$ 146.400,00 e o prazo para execução será de doze meses, com início previsto para março de 2017.

A CPRH levou a proposta à Facepe em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE). O projeto prevê atividades de pesquisa e desenvolvimento de inovação tecnológica, com o envolvimento de quatro bolsistas (pesquisador visitante -(BPV), sendo dois especialistas em Cartografia e Geoprocessamento e dois especialistas em Ciência da Computação. A Diretoria Técnica Ambiental (DTA) da CPRH, responsável pela criação do SIG Caburé, e a Diretoria de Controle de Fontes Poluidoras (DCFP), através do Laboratório e do setor de monitoramento, também participarão do trabalho.

Além de ser importante para o combate à degradação ambiental, servindo como base essencial para aplicação de políticas públicas voltadas para esse fim, o desenvolvimento do módulo de monitoramento dos recursos hídricos vai agilizar as rotinas de armazenamento, manipulação e análise do conjunto de dados levantados pela CPRH sobre a qualidade da água. Pretende-se estruturar a entrada dos dados de maneira simplificada, associado às informações espaciais já contidas no SIG Caburé e permitindo a realização de análises de fatores que influenciam na qualidade dos rios e reservatórios monitorados.

Com o sistema, assim, CPRH terá nova ferramenta que dará reforço às ações de fiscalização de uso e monitoramento sistemático da qualidade de água em bacias hidrográficas pernambucanas.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH

Comentários

Publicidade