segunda-feira, 20 de junho de 2016

Cristóvão pede reforços e evita falar sobre Pato; veja os planos do técnico


Cristóvão Borges admitiu em sua apresentação como novo técnico do Corinthians que pedirá reforços à diretoria. Apesar de ter tido contato com o grupo por apenas dois dias, o treinador disse que quer aumentar o número de jogadores no elenco para ter peças de reposição e conseguir disputar o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil simultaneamente.

– Provavelmente, vamos precisar aumentar o grupo por causa das exigências da temporada. Há problemas de lesão, suspensão, e tudo isso requer reforços para se manter a qualidade. Vamos ter mais uma competição simultânea, e precisamos ter um elenco forte – afirmou.

O treinador desconversou na entrevista coletiva ao ser questionado sobre se tem interesse no retorno de Alexandre Pato. O atacante está emprestado ao Chelsea até o fim de junho. O Timão vive a expectativa de vendê-lo, mas reconhece que não será fácil. O jogador tem vínculo até dezembro e, a partir de julho, pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe para sair de graça em janeiro de 2017.


Em conversa com os jornalistas na Arena Corinthians, no domingo, o presidente Roberto de Andrade disse que a troca de técnico não mudará a situação de Pato. O clube dá prioridade para vendê-lo ou envolvê-lo em alguma negociação. A reintegração ao elenco, por enquanto, está fora de cogitação.

A diretoria do Corinthians observa o mercado há algumas semanas. A intenção do clube é encontrar um jogador para a vaga aberta por Felipe, negociado com o Porto. Vários nomes estão sendo avaliados pela comissão técnica, mas, segundo a direção, nenhuma conversa avançou. Naldo, do Sporting, dificilmente será contratado.

O Timão também procura alternativas para o setor ofensivo. Tite já havia pedido a contratação de um centroavante com mais mobilidade para atuar no novo esquema tático. Agora, porém, caberá a Cristóvão Borges decidir o perfil do jogador. André, Romero e Luciano são as opções no grupo neste momento. Nenhum deles conseguiu empolgar.

O novo técnico também participará das possíveis saídas do grupo. O Corinthians não descarta vender outros jogadores e até colocar no mercado alguns que não estão sendo muito aproveitados. Fagner, Elias, Cássio e Romero surgem como os nomes mais cotados a deixar o clube no meio do ano. O Timão garante que ainda não recebeu ofertas por eles.

Por Carlos A. Ferrari e Marcelo Braga
G1 - São Paulo


Nenhum comentário:

Postar um comentário