Publicidade

Cuca assina contrato com o Palmeiras e será apresentado na segunda-feira


A espera do Palmeiras até a definição do novo treinador foi curta. Principal objetivo da diretoria, Cuca acertou com o clube alviverde neste sábado para ocupar a vaga deixada por Marcelo Oliveira, demitido no vestiário da arena, na quarta, momentos depois da derrota para os uruguaios do Nacional, pela terceira rodada da Libertadores.

A previsão inicial era de que Cuca se reuniria com o clube no domingo, em São Paulo, para fechar, mas a assinatura aconteceu já neste sábado. O técnico se apresenta na segunda e comanda o time na quinta-feira, diante do Nacional, pela quarta rodada da Libertadores, no Uruguai. O contrato é válido até dezembro deste ano.

O Palmeiras confirmou que houve um "acordo verbal" com Cuca, mas informou que o contrato será assinado somente na segunda-feira.


Junto com Cuca chegarão ao Palmeiras o auxiliar Cuquinha, irmão mais novo do técnico, e Eudes Pedro dos Santos, analista de desempenho. O clube também contratará um novo preparador físico para o lugar de Juvenilson de Souza, desligado com o ex-treinador.

O nome de Cuca é o preferido para assumir o Verdão desde o ano passado. Antes da saída de Oswaldo de Oliveira, o treinador, então no Shandong Luneng, da China, chegou a ser consultado. Meses depois, ele voltou a ser comentado nos bastidores palmeirense por causa da irregularidade apresentada pela equipe no Brasileirão. O título da Copa do Brasil, porém, fortaleceu Marcelo Oliveira no cargo.

Antes da chegada do novo treinador, Alberto Valentim comanda interinamente a equipe no clássico contra o São Paulo, neste domingo, às 11h, no Pacaembu, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

A relação de Cuca com o Palmeiras começou em 1992. Ainda como atleta, o então meio-campista fez parte do primeiro time montado na parceria com a Parmalat, mas acabou se transferindo para o Santos no fim daquele ano, antes do histórico título estadual de 1993.

Por Joanna de Assis
G1 - São Paulo

Comentários

Publicidade