Publicidade

Presos suspeitos de assaltar bancos em PE e em AL

Ação ocorreu em Arapiraca e Viçosa (AL), além de Correntes e Águas Belas (PE); De acordo com a Secretaria de Defesa Social e Ressocialização de Alagoas (Sedres), uma das pessoas presas é dona de um parque de vaquejada.

Uma operação conjunta cumpre 30 mandados de busca e apreensão em cidades de Alagoas e Pernambuco, na manhã desta terça-feira (17). Pelo menos três pessoas foram presas e cinco armas apreendidas.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social e Ressocialização de Alagoas (Sedres), a ação foi deflagrada após um assalto a banco do Bradesco no município de Chã Preta, interior de Alagoas, na madrugada do dia 29 de janeiro deste ano. Durante as investigações, a polícia descobriu uma quadrilha que atuava nos dois estados.

A operação aconteceu nas cidades de Arapiraca , Viçosa, Maceió e Santana do Mundaú, em Alagoas, além de Correntes e Águas Belas, em Pernambuco. Segundo a Sedres, uma das pessoas presas é dona de um parque de vaquejada.


Segundo a polícia, em Correntes, onde aconteceu as prisões, foram apreendidos quatro revólveres, uma espingarda calibre 12, além de munições e cartões do Programa Bolsa Família.

A ação policial foi coordenada pelos delegados Guilherme Lusten, da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) de Alagoas, e Alisson Câmara, da Delegacia de Correntes, além do apoio da Polícia Militar e de agentes da Operação Asfixia.

O trabalho teve a participação ainda do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público Estadual (MPE), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Rádio Patrulha (BRP), da Polícia Militar, e vem sendo acompanhado pelo secretário de Defesa Social e Ressocialização de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça.

G1 Caruaru

Comentários

Publicidade