Publicidade

Frases do dia 22/10/2014: Coletânea IHU Online


No laço

"A abstenção preocupa a campanha de Dilma, já que ela tradicionalmente é mais alta em regiões em que a petista tem larga vantagem sobre o adversário tucano. O ideal, segundo um integrante da campanha, seria que Dilma chegasse a 54% no domingo, com folga para "perder" entre 1% e 2% de votos sem risco de ser ultrapassada na urna por Aécio" -Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

No laço 2

"Um dado que anima o PT é que, na intenção de voto espontânea das pesquisas internas --quando o eleitor responde em quem vai votar sem ser estimulado pela apresentação dos dois nomes em disputa--, Dilma leva vantagem. Está no patamar de 45%, enquanto Aécio oscila em torno de 39%. Ou seja, eleitores petistas estariam mais definidos e mobilizados para o dia da eleição" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Voto certo

"Caso Aécio Neves saia derrotado das eleições, setores do PSDB de São Paulo devem lançar a pré-candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência para 2018" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Cesto de votos

"Os alckmistas argumentam que ele será o tucano com mais voto no partido, enquanto Aécio terá perdido a eleição em tese mais fácil da história dos últimos pleitos para a oposição --o país atravessa situação econômica adversa e Dilma é mais fraca eleitoralmente que Lula. Outra vantagem de Alckmin: nunca participou do governo de Fernando Henrique Cardoso. Segundo o Datafolha, 57% dizem que não votariam num candidato apoiado pelo ex-presidente" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Cadeira vazia

"Aécio, se derrotado por pequena margem, manterá a condição de pré-candidato. Mas com uma desvantagem em relação a Alckmin. Ele não terá apoio do governo de Minas Gerais, que passará a ser governado por Fernando Pimentel, do PT" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Feito de Teflon

“Aecistas acham que a imagem pessoal de Alckmin contribuiu para blindá-lo. "Ele está no governo há anos e tem uma respeitabilidade com os paulistas que Aécio ainda não conquistou", arrisca o ex-governador Alberto Goldman (PSDB)” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Cabeça quente

“O clima no tucanato é de revolta com o uso da falta d'água na propaganda do PT. "Dilma merece a medalha da sacanagem. Fazendo o que faz, vai perder a legitimidade se for reeleita", esbraveja Goldman” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Surfando a onda

“Os petistas festejam. "Aécio disse que a população voltou a fazer filas nos supermercados por causa da inflação. Em São Paulo, o que o povo precisa estocar é água", diz o deputado Paulo Teixeira (PT-SP)” – Bernardo Mello Franco, jornalista – Folha de S. Paulo, 22-10-2014.

Fonte: IHU Online

Comentários

Publicidade