Publicidade

Senador Armando Monteiro afirma que polo naval garante milhares de empregos em Pernambuco

Senador Armando Monteiro (PTB-PE) (Foto: Ana Luiza Sousa)
A entrega do navio-petroleiro Zumbi dos Palmares à Transpetro, subsidiaria da Petrobrás, pela presidente Dilma Rousseff, em Pernambuco, foi exaltada pelo senador Armando Monteiro (PTB), em discurso no Plenário, nesta quarta-feira (22).

A embarcação é o segundo petroleiro produzido pelo Estaleiro Atlântico Sul. O primeiro deles foi o João Cândido, que opera desde maio do ano passado. O navio transportará óleo cru, principalmente em rotas internacionais de longo curso.

O senador destacou a importância da obra, que gerou mais de dois mil empregos. O Zumbi dos Palmares é o quinto navio adquirido no âmbito do programa de modernização e expansão da frota, da Transpetro. Nesta primeira fase, só pelo estaleiro Atlântico Sul está prevista a construção de outros 13 navios.

“Para Pernambuco esse é um grande passo com vistas à consolidação de um polo naval no Nordeste, responsável pela geração milhares de empregos e à retomada do vigor dessa indústria no nosso País”, afirmou Armando. O senador lembrou que, há dez anos, o Brasil – que já foi uma potência na indústria naval -, não empregava mais do que dois mil trabalhadores no setor. Hoje, como resultados de investimentos feitos desde o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), já são mais de 54 mil os profissionais empregados na área.

“Isto representa independência e liberdade do Brasil no setor. Portanto, não posso deixar de registrar aqui o simbolismo de o petroleiro ter sido batizado com o nome de Zumbi dos Palmares, um dos grandes heróis nacionais”, ressaltou Armando.

Armando voltou a elogiar e agradecer os esforços dos governos estadual e federal, bem como do setor privado e de todos os trabalhadores, “que mostraram claramente a capacidade de responder aos desafios que são apresentados”.

Apoio aos produtores nordestinos – O apoio concedido pelo Governo Federal aos produtores de cana-de-açúcar que sofreram perdas nas safras 2011 e 2012 também mereceu destaque do senador no plenário. Para Armando, foi uma medida de forte impacto social para a região, sobretudo para Pernambuco. Ao todo, o Governo anunciou o repasse de R$ 123 milhões em subsídios para os produtores de cana-de-açúcar nordestinos.

Outra importante medida, segundo o senador, foi a que autorizou o financiamento para a renovação e implantação de canaviais, a exemplo do que já ocorre com a estocagem de etanol. O objetivo é alavancar a produtividade da lavoura brasileira de cana-de-açúcar e, assim, reduzir a ociosidade industrial da produção de açúcar e etanol e gerar emprego e renda na região.

“É uma medida de dimensão política importante que vai beneficiar principalmente os agricultores familiares, que produzem menos de mil toneladas de cana e representam 90% dos atingidos pela seca”, lembrou Armando.

Assessoria de Comunicação do Senador Aramando Monteiro
Foto: Ana Luiza Sousa/Divulgação

Comentários

Publicidade