Publicidade

MPPE: GT Racismo participa de Encontro de Povos e Comunidades Tradicionais do Sertão em Jatobá

Procuradora de Justiça Maria Bernadete Martins de Azevedo Figueiroa, Coordenadora do GT Racismo(foto: Assis Ramalho)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) participou do 1º Encontro de Povos e Comunidades Tradicionais do Sertão, na Aldeia Carrapateira, entre as Serras Pankararu, situada no município de Petrolândia (Sertão), nos dias 21 e 22 de março. O MPPE foi representado pela coordenadora do GT Racismo, a procuradora de Justiça Maria Bernadete de Azevedo; e os promotores de Justiça Daniel Moreno (Petrolândia), Edeilson Lins (Tacaratu) e Antônio Rolemberg (Floresta).

Para ler a matéria completa, clique em "mais informações" abaixo.

Na ocasião, a coordenadora do GT Racismo falou sobre a atuação do MPPE nas comunidades tradicionais e de como elas podem ter acesso à Instituição. Para Bernadete de Azevedo, o “encontro foi uma ótima oportunidade para que os grupos tradicionais – representados pelos líderes das comunidades quilombolas, indígenas, ribeirinhas, de terreiros, de assentados, entre outros – tivessem conhecimento de como se aproximar dos trabalhos desenvolvidos pelo MPPE. Eles ficaram muito satisfeitos com a participação dos promotores, por causa da dificuldade de acesso ao poder público".

Ao final do evento, as reivindicações das necessidades mais urgentes e em atenção aos direitos básicos de cada grupo, que vêm sendo violados, foram compiladas para subsidiar a elaboração de um documento único (carta de colocações), cujo objetivo principal foi dar às instituições, entidades e órgãos participantes maior conhecimento sobre as questões debatidas.

Além do MPPE, no evento estavam representados a Secretaria de Direitos Humanos de Pernambuco, a Fundação Nacional de Apoio ao Índio (Funai), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE), o Ministério Público Federal, as prefeituras de Jatobá, Tacaratu e Petrolândia, representantes de movimentos sociais dos grupos, e lideranças comunitárias.

O convite para a participação do MPPE no encontro partiu da Secretaria de Meio Ambiente de Pernambuco (realizadora do evento), em reconhecimento à atuação do GT Racismo do MPPE.

Ministério Público de Pernambuco

Comentários

Publicidade