quinta-feira, 5 de abril de 2018

Desenvolvimento Sustentável pauta discussões do 5º Congresso Pernambucano de Municípios

Foto: Cláudio Gomes

Foto: Luís Sousa/Ascom AMUPE

A manhã desta quarta-feira (05) reservou para as discussões políticas em Pernambuco o 5º Congresso Pernambucano de Municípios, evento realizado pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe). Durante os dias 05 e 06 as pautas mais relevantes no atual contexto da sociedade convergem para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), tema do evento, que oferta palestras, oficinas, seminários, além de diversas apresentações culturais.

Na solenidade de abertura, realizada no Teatro Guararapes, marcaram presença o prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Amupe, José Patriota, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito de Olinda – cidade anfitriã do evento – professor Lupércio. Também participaram da mesa o chefe de gabinete do governo do Estado, João Campos, o representante no Nordeste do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Frederico Lacerda, o secretário executivo da Comissão Nacional dos ODS, Henrique Villa, o presidente do TCE-PE Marcos Loreto, além de secretários de estado, deputados estaduais e federais e prefeitos, destacando a visita dos prefeitos de Gramado-RS, João Alfredo Bertolucci e de Barcarena-PA, Antônio Carlos Vilaça.

Foto: Cláudio Gomes

A execução do hino de Pernambuco se deu através de uma emocionada interpretação de Cristina Amaral, que contou com as harmonias da Orquestra Sanfônica de Carnaíba, regida pelo maestro Cacá Malaquias. Em seguida, Silvério Pessoa, juntamente com o talento dos jovens sanfoneiros, fez uma releitura de “Asa Branca”, música imortalizada por Luiz Gonzaga. Em sua performance, o artista fez questão de lembrar da questão do deslocamento no Nordeste, normalmente vinculado a busca por melhorias de vida ou pela fuga de grandes mazelas sociais. De acordo com Silvério, são fenômenos que devem ser discutidos à luz dos ODS.


Foto: Cláudio Gomes

Lupércio, prefeito de Olinda, deu boas-vindas aos participantes, convidando todos a desfrutarem a hospitalidade da primeira capital do Estado. O superintendente do Sebrae, Oswaldo Ramos, destacou o papel dos municípios nas parcerias para o desenvolvimento socioeconômico, exemplificando Afogados da Ingazeira, que tem contado com boas práticas de incentivo ao micro e pequeno empresário.

O coordenador da Escola de Inovação e Políticas Públicas da FJN aproveitou o encontro para divulgar a Premiação Desafio Município Inovador, destacando a impossibilidade de realização de mudanças no país sem a participação efetiva da instância municipal. Eduardo Tabosa, secretário nacional da CNM, pontuou a responsabilidade atribuída ao município nos dias de hoje em paralelo com a escassez de recursos e convocou os gestores para a Marcha a Brasília em defesa dos municípios, evento que converge pautas e interesses em prol do municipalismo.

O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) reforçou que o modelo federativo impõe aos municípios um ônus muito grande. Também cobrou diálogo e união na política para além de todas as divergências ideológicas, considerando que este é o único caminho possível para uma melhora na crise política do país. O presidente da Amupe, José Patriota, exaltou os ODS, como tema do evento municipalista, e disse se tratar de uma agenda para toda a humanidade. Também considerou a união política como o meio determinante para um bem maior social, sobrepondo qualquer disputa eleitoral. Em relação ao evento, Patriota fez um apelo para que as próximas gestões da Amupe mantenham a “chama acesa” e promovam mais eventos desse porte.

Paulo Câmara, governador de Pernambuco, destacou a importância das pautas promovidas pelos ODS, pontuando que o Brasil é um país acostumado a enxergar o curto prazo. O governante apresentou os esforços que sua gestão vem fazendo para manter o padrão dos serviços prestados mesmo em um cenário de crise, que se arrasta desde 2015. Câmara ainda reforçou a luta dos municípios por um melhor pacto federativo, constatou algumas de suas realizações no enfrentamento da crise hídrica, da violência, e da educação, exaltando a primeira colocação de Pernambuco no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), considerando o ensino médio.

A solenidade de abertura do Congresso foi um momento oportuno para a assinatura do Memorando de Entendimento entre Governo do Estado, Amupe e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Também aconteceu o lançamento do Prêmio Prefeito Empreendedor, promovido pelo Sebrae. Além dessas ações, José Patriota apresentou o Anuário dos Municípios Pernambucanos e presenteou autoridades com uma versão digital (que também será disponibilizado no site da Amupe).

Além de todos os encontros políticos, a abertura do congresso contou com diversos stands que trouxeram para o evento a prestação de serviços e a divulgação de negócios de todo o Estado. Ao longo da manhã, aconteceram várias atividades culturais. Dentre as apresentações, participaram passistas de frevo de Olinda, o Balé Municipal de Surubim, Caretas de Triunfo, Ciranda dos Estudantes de Cumaru, o Grupo Bacamarteiros Mandacaru e o grupo Pernambuco tem muitas caras, de Afogados da Ingazeira.

Amupe


0 comentários:

Postar um comentário