quinta-feira, 22 de março de 2018

Socorro Pimentel cobra distribuição de sementes para agricultores do Araripe

Foto: Roberto Soares/Alepe

Na tarde desta quarta-feira (21), durante a Reunião Plenária na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a deputada estadual Socorro Pimentel (PSL), voltou a fazer cobranças ao Governo do Estado quanto à distribuição de sementes no Sertão do Araripe. De acordo com a parlamentar, na última semana, a Secretaria Estadual de Agricultura entregou pequenas porções de sementes aos produtores rurais de Araripina, uma quantidade ínfima e fora do período correto de plantio.

“Com a providência, o governador garantiu que cada membro da família de um produtor rural possa desfrutar de uma espiga de milho no próximo São João. Felizmente, a produção não está totalmente comprometida porque os próprios trabalhadores se anteciparam no plantio, mesmo sem receber do Estado à época, o devido apoio. Segundo informações do próprio Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA, tecnicamente, o plantio deveria ter sido feito ainda em janeiro para que a probabilidade de insucesso da safra fosse mínima”, disse a deputada.

Socorro Pimentel ressaltou ainda que a quantidade de sementes distribuídas não atende às necessidades dos agricultores da Região.

“Num evento na semana passada em Araripina, o presidente de uma das associações de agricultores da nossa Região recebeu menos de 400 gramas de sementes por associado quando, para cada meio hectare, são necessários, pelo menos, 10 quilos de sementes. Esperamos que o Governo do Estado não dê continuidade a essa prática perversa, que humilha e desrespeita o homem do campo, quando suprime seus direitos básicos e ainda espera reconhecimento em forma de votos”, finalizou.

ONG Chapada – Ainda em seu pronunciamento, a deputada Socorro Pimentel registrou a inauguração da nova sede do Centro de Habilitação e Apoio ao Pequeno Agricultor do Araripe - Chapada, que aconteceu no último final de semana, em Araripina.

A parlamentar enalteceu o trabalho realizado pela instituição que, há 24 anos, apoia o pequeno agricultor e reiterou seu apoio ao trabalho desenvolvido pela Organização Não Governamental.

“Diante de toda importância dessa ação para a Região do Araripe e para todo o Sertão pernambucano, estamos dando entrada em um Projeto de Lei para que o Chapada seja reconhecido com uma instituição de utilidade pública em Pernambuco. Estarei sempre trabalhando em busca de apoio e incentivo para que esse trabalho seja preservado e levado à frente por muitos anos”, disse.

Assessoria da deputada estadual Socorro Pimentel


0 comentários:

Postar um comentário