domingo, 25 de março de 2018

Petrolândia: Professor Evaldo requer à prefeita Janielma a remoção urgente das 'baronesas' das margens do rio

Foto: Lúcia Xavier/BlogAR
Vereador Evaldo Nascimento (Foto: Câmara Municipal de Petrolândia)

Em sessão realizada na última quarta-feira (21) na Câmara Municipal de Petrolândia, o vereador Evaldo Nascimento (professor Evaldo) apresentou requerimento dirigido à prefeita Janielma Souza, a fim de que seja feita a remoção, em caráter de urgência urgentíssima, das plantas aquáticas conhecidas como 'baronesas', aguapés que se alastraram no Lago de Itaparica. Leia abaixo o documento, na íntegra.

REQUERIMENTO Nº 005 /2018.

Requeiro à Mesa Diretora, ouvido o Plenário e cumpridas as formalidades legais, que seja solicitada à Exmª Sra. Janielma Maria Rodrigues Ferreira de Souza, Prefeita deste Município, seja providenciada, em caráter de urgência urgentíssima, meios cabíveis para a retirada de plantas aquáticas, ora denominada “Baronesas”, que encontram-se alastradas às margens do lago Itaparica, que banha esta cidade de Petrolândia.

Justificativa

Justificamos o presente pleito, salientando que o Lago de Itaparica, que um dia serviu de cartão postal da nossa cidade, encontra-se em estado lamentável, face ao significante quantitativo de plantas aquáticas (baronesas), que, diga-se de passagem, já invadiu significativamente a área fluvial que banha esta cidade.


Sabe-se pois, que essas plantas desenvolvem-se e alastram-se principalmente onde há sinais de poluição. Elas funcionam como uma espécie de filtro, se alimentando dos dejetos. Ainda, são bioindicadoras de ambiente eutrofizado, ou seja, onde são registradas altas concentrações de matéria orgânica e nutrientes como nitratos e fósforo, o que reduz a oxigenação da água e tem impacto direto na fauna e na flora da mata ciliar.

Desta forma, requeiro, seja providenciada em caráter imediato, através desse Poder Executivo, ou mesmo, em parceria com a CHESF, o trabalho de retirada das plantas, no sentido de devolver a beleza natural que antes possuíamos, ao adentrar nos limites desta região, uma vez que, dispomos de uma orla fluvial, e que ora vem repassando uma imagem negativa da região, visualizada desde o trevo de acesso até o início do perímetro urbano da cidade.

Do teor desta, contamos com o aval dos Nobres Pares, para apreciação e inconteste aprovação do expediente em epígrafe.

Sala das Sessões, em 14 de Março de 2018.

Evaldo José do Nascimento Araújo - Vereador PSD

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da Câmara Municipal de Petrolândia


0 comentários:

Postar um comentário