sábado, 31 de março de 2018

Ibama contrata 1.565 brigadistas do Prevfogo para combate a incêndios florestais

Foto: Nicélio Silva/Ibama

Com a publicação da portaria Ibama nº 819, no Diário Oficial da União do dia 28 de março, o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) deu início ao processo de contratação de 1.565 brigadistas florestais para atuação em 78 brigadas federais em 17 estados e no Distrito Federal.

As contratações de 2018 ocorrerão nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima e Tocantins.

O objetivo é a prevenção e o combate aos incêndios florestais durante o período de estiagem, que se concentra de junho a outubro. Serão formadas 40 brigadas em terras indígenas, 23 em assentamentos federais e 3 em território quilombola, além de 7 brigadas especializadas em diferentes biomas e 5 de pronto emprego.

Para o coordenador do Prevfogo, Gabriel Zacharias, a contratação de brigadistas florestais indígenas foi muito importante para o Programa Brigadas Federais. “Nos últimos anos a quantidade de brigadistas indígenas ultrapassou 50% do total de contratados, devido à qualidade nos trabalhos de prevenção e combate, realizados por eles. Os conhecimentos tradicionais sobre uso do fogo e a interação com o ambiente em que vivem fez com que incorporassem rapidamenteos conceitos de manejo integrado do fogo, incluindo a aplicação das técnicas de queima prescrita para a manutenção da paisagem”, disse Zacharias.

O Programa Brigadas Federais protege diretamente cerca de 21,5 milhões de hectares de terras indígenas e mais 6 milhões de hectares de forma indireta, contemplando 66 etnias e 5 grupos de índios isolados. Também são protegidos, diretamente, 2,8 milhões de hectares de projetos de assentamento e 267 mil hectares de territórios quilombolas.

O Prevfogo também auxilia na proteção de cerca de 18,8 milhões de hectares de Unidades de Conservação (UCs) federais, estaduais e municipais.

Neste ano, além do aumento geral de brigadas, duas brigadas especializadas foram elevadas à categoria de pronto emprego, em razão de atuação destacada em anos anteriores: Brif-E Indígena, de Tocantins, e BriF-E Caatinga, do Ceará. Outra novidade será a contratação de 44 Brigadistas de Manejo Integrado do Fogo, os “agentes MIF”, especializados em queimas prescritas e outras atividades de prevenção aos incêndios florestais.

As inscrições para o processo seletivo da brigada especializada de pronto emprego do Distrito Federal serão realizadas de 02 a 04 de abril, conforme exigências do Edital publicado no site do Ibama.

Informações sobre contratações nos demais estados podem ser obtidas nas superintendências do Instituto.

Mais informações:
Editais de contratação de Brigadas Federais de Incêndio
Edital – Brigada Especializada de Pronto Emprego do Distrito Federal

Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) do Ibama


0 comentários:

Postar um comentário