segunda-feira, 19 de março de 2018

Funcultura inicia hoje (19) o Ciclo de Capacitação e prorroga inscrições até 13 de abril


As atividades formativas, que vão circular por todas as 12 Macrorregiões do Estado, começam hoje (19), na cidade de Goiana. Capacitação no Sertão de Itaparica será realizada em Belém do São Francisco.

A Secult-PE e Fundarpe dão início, nesta segunda-feira (19), ao Ciclo de Capacitação do Funcultura Geral e da Música 2017-2018. As atividades formativas, que são gratuitas, começam na próxima segunda-feira (19), na cidade de Goiana, e circularão por todas as 12 Macrorregiões do Estado até o dia 11/4 (confira aqui a lista completa dos municípios).

O Ciclo de Capacitação é voltado a artistas, produtores culturais, agentes e fazedores de cultura que atuam na cadeia produtiva do Estado. A iniciativa pretende contribuir para o processo de descentralização e regionalização no acesso aos editais de Música e Geral 2017/2018 e ser uma espécie de tira-dúvidas na elaboração de projetos, bem como na apresentação de formulários e documentos específicos exigidos pelos editais.


A presidente da Fundarpe, Márcia Souto destaca que o Funcultura é um fundo do Governo de Pernambuco e que tem sido o instrumento mais importante de fomento às artes do Estado. Para ela, “as atividades formativas do Funcultura atendem a um pedido da classe artística pernambucana, em especial dos municípios do interior, que buscam participar e se inserirem cada vez mais nos mecanismos de incentivo à cultura do Estado”. Para Marcelino Granja, secretário estadual de Cultura, o Funcultura é um dos maiores fundos de financiamento de projetos culturais do Brasil. “A promoção desse Ciclo de Capacitação, pensado para abranger as 12 Macroregiões do Estado, é uma maneira de democratizar seu acesso e, principalmente, permitir que mais pessoas se apropriem de suas exigências e tenham mais chances de terem seus projetos aprovados”, diz o gestor.

A grande novidade deste ano é a formação direcionada a pessoas com deficiência que, em parceria com a Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD), acontecerá nos dias 5 e 6/4 (quinta e sexta-feira), na cidade do Recife. Além disso, haverá um Birô de Atendimento, que funcionará nos dias 19, 20 e 22 de março, no Espaço Pasárgada, das 9h às 17h. Nesses três dias, os coordenadores e assessores das linguagens da Secult-PE/Fundarpe farão um atendimento presencial com os produtores e artistas, a fim de esclarecer suas dúvidas e detalhar como eles podem se inscrever nas linhas de cada área (confira abaixo o calendário).

ESTENDIMENTO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO DE PROJETOS AOS EDITAIS FUNCULTURA GERAL E DA MÚSICA - A Secult-PE e Fundarpe anunciam a extensão do prazo de inscrições de projetos aos Editais Funcultura Geral e da Música. A data de finalização das inscrições foi modificada e, a partir de agora, a submissão de projetos ao Funcultura Geral e da Música poderá ser realizada até o dia 13 de abril.

PRORROGAÇÃO DE PRAZO DE INSCRIÇÃO DE CADASTRO DE PRODUTOR CULTURAL (CPC) - Haverá também o estendimento para inscrição ou renovação do CPC para quem for participar do Ciclo de Capacitação Regionalizada do Funcultura 2017/2018. Com a extensão do prazo, os participantes das oficinas poderão se inscrever/renovar o CPC até o dia 9 de abril.

FUNCULTURA GERAL E DA MÚSICA - O edital Funcultura Geral vai incentivar com R$ 17.640.000 milhões a produção, a difusão, a pesquisa e a formação nas seguintes linguagens artísticas e áreas culturais: Artesanato; Artes Plásticas e Gráficas; Circo; Cultura popular; Dança; Design e Moda; Fotografia; Gastronomia; Literatura; Ópera; Patrimônio; e Teatro. Existe ainda a categoria Artes Integradas, que possibilita projetos que promovam o diálogo entre diferentes linguagens.

Já o 2º Edital da Música aprimora as áreas e as categorias que já eram contempladas, quando o segmento estava dentro do edital geral, com a diferença de mais recursos e portanto mais projetos contemplados nesta área. Nessa primeira edição, estão garantidos R$ 4,680.000,00 milhões exclusivamente para os projetos ligados à cadeia da música no Estado. Nas seguintes categorias: 01 – Circulação; 02 – Gravação; 03 – Festivais; 04 – Produtos e Conteúdos; 05 – Economia da Cultura; 06 – Manutenção de Bandas de Música (Filarmônicas), Escolas de Bandas de Música e Corais; 07 – Difusão da rede de Equipamentos do Estado; 08 – Formação e Capacitação em Música; 09 – Pesquisa Cultural em Música.
 Portal da Cultura PE


0 comentários:

Postar um comentário