quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Youtuber baleada no litoral do Paraná tem morte cerebral confirmada

Os órgãos de Isa, como era conhecida, serão doados. De acordo com a Central Estadual de Transplantes, a retirada dos órgãos ocorreu nesta quinta (15).


A modelo e youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, teve a morte cerebral confirmada na noite de quarta-feira (14), no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá. A informação foi relatada pelo médico Marcelo Sader. O diagnóstico saiu por volta das 22h.

Os órgãos de Isa, como era conhecida, serão doados. De acordo com a Central Estadual de Transplantes, a retirada dos órgãos ocorreu nesta quinta (15).

Na madrugada de quarta-feira, a adolescente levou um tiro na cabeça na PR-412, entre os balneários Ipanema e Praia de Leste, em Pontal do Paraná, no litoral do estado.

Suspeitos presos

A PM prendeu dois suspeitos do crime na manhã de quarta em uma casa em Pontal do Paraná. Eles são irmãos e moram em Curitiba.


Os presos, conforme a polícia, não têm antecedentes criminais, e a arma encontrada com eles é registrada.

O caso é investigado pela Delegacia de Pontal do Paraná.

“A princípio, não houve briga, não houve discussão. Houve, sim, uma fechada de um veículo no outro. Daí saiu em pequena perseguição e acabou culminando no disparo”, afirmou a delegada Vanessa Alice.

Inicialmente, a Polícia Militar (PM) chegou a dizer que o tiro foi dado depois de uma discussão de trânsito.

Um dos disparos contra o carro atingiu, então, a vítima. A adolescente foi encaminhada em estado grave ao Pronto-Socorro Municipal (PSM) de Praia de Leste, e depois, ao Hospital Regional do Litoral.

Boletim de Ocorrência

No Boletim de Ocorrência final da polícia, consta que, no momento da abordagem dos suspeitos, um deles confessou ser o autor dos disparos e o outro afirmou estar junto quando os tiros foram efetuados.

Everton Vargas, o atirador, afirmou que houve um desentedimento de trânsito e que o motorista do outro carro teria realizado uma manobra brusca. Ao sentir-se ameaçado, efetuou os disparos em direção ao veículo.

Mais tarde, em depoimento, Everton e Cleverson Vargas preferiram ficar em silêncio. O advogado deles disse à RPC que estuda os detalhes do caso e que tudo será explicado com a apuração jurídica dos fatos.

Eles foram autuados em flagrante por homicídio qualificado, segundo a delegada Vanessa Alice.

O tiro

Isa foi baleada um pouco acima do olho esquerdo, por volta das 2h. Ela estava no banco de trás de um veículo branco, junto com a mãe. Na frente, conforme a polícia, estavam um amigo e o pai do amigo.

O pai do amigo é Herbert Luiz de Félix, que dirigia o veículo. Em depoimento à Polícia Civil, ele disse que foi fechado por um carro pouco antes do acidente.

Ele relatou ainda que, logo após a fechada, o carro parou a cerca de 60 metros e que um dos ocupantes do veículo, sem descer do mesmo, efetuou três disparos contra o carro onde estava Isabelly.

Ao G1, o advogado e amigo da família André Tavares falou, ainda na quarta, sobre o que aconteceu.

“A mãe dela contou que outro carro tirou o delas da pista, cortou a frente. Quando elas tentavam fazer o retorno, começaram a disparar do outro carro, que estava a mais ou menos 25 metros. Não sabemos se era motorista ou passageiro”, disse.

G1


0 comentários:

Postar um comentário