quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Terremoto em Taiwan deixa mortos e desaparecidos

Edifício ‘condenado’ após terremoto atingir Taiwan (Foto: Reuters)
Equipes de emergência bloqueiam rua onde um edifício pode ruir a qualquer momento em Hualien, no leste de Taiwan (Foto: Paul Yang / AFP Photo)

As autoridades informaram nesta quarta-feira (7) que subiu para cinco o número de mortos no terremoto de magnitude 6,4 que atingiu Taiwan na noite de terça-feira (no horário local). Equipes de resgate trabalham para localizar ao menos 60 desaparecidos.

Por enquanto, as equipes de emergência resgataram mais de 240 pessoas que estavam presas nos edifícios mais danificados da cidade de Hua-lien, entre eles, Yunmencuidi e o Hotel Tongshuai (Marshall). Foram mobilizados nas buscas 750 bombeiros e 600 militares.

O prefeito de Hualien, Fu Kun-chi, disse que a quantidade de pessoas desaparecidas é próxima de 60, mas um número exato não foi divulgado. Inicialmente, estimava-se que até 150 pessoas poderiam estar desaparecidas, segundo a Reuters.


As áreas mais afetadas estão perto da cidade de Hua-lien, mas o forte tremor foi sentido em toda a ilha e provocou pânico entre a população, que passou a noite acordada com medo de réplicas de maior magnitude.

Nesta madrugada, Chen Ming-hui, de 50 anos, que trabalha no hotel Tongshuai, foi resgatado após conseguir entrar em contato através de um telefone celular com as equipes de resgate e informar seu paradeiro. "Estava pronto para sair do meu trabalho quando começou o terremoto", contou. Um segundo funcionário do estabelecimento também conseguiu se comunicar com os socorristas.

O Centro de Resposta a Emergências de Taiwan informou que as 145 pessoas desaparecidas, a maioria delas está no edifício residencial e comercial de Yunmencuidi.

Cerca de 830 pessoas tiveram que abandonar suas casas por conta do tremor e 643 delas estão em abrigos provisórios.

Por G1


0 comentários:

Postar um comentário