quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Primeira morte por suspeita de arboviroses de 2018 em Pernambuco é de uma mulher do interior

 

Pernambuco registrou a primeira morte suspeita por arboviroses em 2018. A informação está no novo boletim de monitoramento de dengue, zika e chikungunya divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quinta-feira (01), que considera os casos até o último dia 27. Segundo a pasta, a vítima é uma mulher de 39 anos residente na cidade de Moreno, na Região Metropolitana do Recife. O óbito aconteceu no último dia 26. 

Segundo a Prefeitura de Moreno, a investigação está na fase inicial. Sabe-se que a mulher não buscou atendimento na cidade e que o falecimento foi notificado na UPA do Curado, em Jaboatão dos Guararapes, também na RMR. O Setor de Eepidemiologia de Moreno promete divulgar mais informações sobre o caso na próxima semana, depois de uma visita residencial à família da paciente. Não se sabe ainda se ela tinha alguma outra doença associada que pode ter agravado o quadro. Segundo a SES, no mesmo período do ano passado foram notificadas quatro mortes por arboviroses.


O boletim ainda apontou que já houve, este ano, 408 registros de dengue, sendo 20 confirmados e 50 descartados. De chikungunya, são 100 notificados e dois confirmados. Já em relação ao zika, foram 14 casos notificados. Oito grávidas foram notificadas por quadro compatível com arboviroses.

Folha de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário