quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Petrolândia: Pais pernoitam em fila na frente de escola para matricular filhos




Dezenas de pessoas passaram a noite de quarta-feira para quinta (04) em frente à Escola Estadual Delmiro Gouveia, no centro de Petrolândia, numa fila iniciada desde terça-feira (02), para garantirem matrículas para seus filhos na Escola Municipal 6 de Março. A unidade escolar está em reforma e, desde meados do ano passado, as aulas foram provisoriamente transferidas para a Delmiro Gouveia.

A reportagem do Blog de Assis Ramalho esteve no local, por volta das 23 horas da quarta-feira (03), quando havia pelo menos 30 pessoas acampadas, à espera do atendimento no dia seguinte. Segundo informações de um funcionário da unidade, a escola municipal tem 114 vagas para o 6º ano, sendo que restavam apenas 44 vagas no último dia de matrículas, a quinta-feira (04).

Conversamos com Rejane, moradora da rua Jardim do Amor, na Quadra 04. Ela disse que para conseguir a matrícula tem que dormir em frente à escola.

"Como você está vendo já são 11 horas (da noite) e já tem mais de 30 pessoas que estão aqui, que vão esperar o dia amanhecer para fazer as matrículas. Isso [é preciso] porque tem ''arrumadinho'', tem pessoas que pagam para alguém ficar na fila e vai para casa dormir. A escola também errou porque colocou um papel em que dizia que as matriculas iriam começar no dia 4 (quinta-feira) e já começou desde o dia 2 (terça-feira). Amanhã, que é o dia 4, já é o último dia", desabafou a mãe.

Celina, residente da Quadra 09, também reclamou.

''Vou dormir aqui para fazer a matrícula do meu neto. Ontem (terça-feira, 02), cheguei às 6 horas da manhã e disseram que já não tinha vaga. Então, só me resta dormir hoje aqui em frente à escola, porque amanhã é o último dia'', disse dona Celina, que concluiu fazendo apelo ao município.

''Espero que o nosso município possa melhorar na educação e também na saúde, principalmente, nas marcações de consultas. Não era para as pessoas estarem dormindo no relento'', disse a senhora.

Na tarde desta quinta-feira (04), nossa reportagem voltou à Delmiro Gouveia e foi informada de que todas as vagas foram preenchidas. No local, também encontramos pais que ainda buscavam matricular seus filhos.

''Chegamos aqui e disseram que as vagas já haviam sido preenchidas. Agora, só nos resta amanhã  procurar a secretária para resolver essa questão'', disse a mãe de uma filha de 7 anos, que preferiu que seu nome não fosse divulgado.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário