segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Governo do Estado atende quase 9 mil artesãos pernambucanos

Entre as ações realizadas pelo Programa do Artesanato Brasileiro de Pernambuco (PAB-PE) estão a emissão e renovação da Carteira do Artesão e captação de novos artesãos para os dois Centros de Artesanato (Foto: Priscilla Buhr)

O Governo do Estado, por meio do Programa do Artesanato Brasileiro de Pernambuco (PAB-PE), fechou 2017 com quase nove mil atendimentos realizados no Estado. Entre as ações realizadas pelo Programa estão a emissão e renovação da Carteira do Artesão e captação de novos artesãos para as duas lojas do Centro de Artesanato, em Recife e Bezerros.

Ao longo do ano, o PAB-PE atendeu nove regiões de Pernambuco, como o Agreste Central, Meridional e Setentrional, Mata Norte e Sul, Sertão de Itaparica, São Francisco e Arararipe, além da Região Metropolitana. A previsão para este ano é contemplar o Sertão Central, como também o de Moxotó e do Pajeú, e também ampliar o atendimento nas regiões já atendidas.

As viagens foram iniciadas em janeiro de 2017 em parceria com o SEBRAE. Enquanto uma equipe do PAB-PE emite ou renova o documento, outra equipe já faz a curadoria das peças levadas pelos artesãos. O resultado sai na hora. Caso os produtos sejam aprovados, eles passam a ser vendidos nas duas lojas do Centro de Artesanato.

COMO ADQUIRIR A CARTEIRA DO ARTESÃO

Os interessados devem estar com a cópia do RG, CPF, comprovante de residência e uma foto 3x4 colorida. Além disso, também precisam apresentar um produto pronto e o material necessário para confecção de outro para realizarem uma prova ao vivo, a fim de mostrar que domina a técnica artesanal. A Carteira é emitida na hora e tem validade de quatro anos. Atualmente, o documento é emitido no Centro de Artesanato de Pernambuco – Unidade Recife, em frente à Praça do Marco Zero, mediante agendamento prévio por meio do telefone (81) 3181-3457.

BENEFÍCIOS DA CARTEIRA DO ARTESÃO

Com o documento, o artesão pode participar de feiras de artesanato locais e nacionais nos estandes do PAB-PE, obter 20% de desconto na comercialização de um espaço na Fenearte e ainda participar de oficinas artesanais. Além disso, o profissional também pode comercializar seus produtos nas duas lojas do Centro de Artesanato de Pernambuco, em Recife e Bezerros, conforme avaliação da curadoria.

Assessoria Centro de Artesanato de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário