quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Adolescente é assassinada em São Lourenço; companheiro é o suspeito


Após uma discussão com o companheiro, uma adolescente de 14 anos foi encontrada morta, deitada na cama e enrolada em um lençol no município de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Apesar dos fortes indícios, a polícia ainda não sabe se o caso, registrado pelo plantão da Força-Tarefa de Homicídios, será classificado como feminicídio.

O corpo de Sibelly Carla de Lima Souza foi encontrado já em avançado estado de decomposição, na noite da última terça-feira (2), no imóvel que fica na rua do Sol, no bairro da Várzea Fria. O companheiro da adolescente, um jovem de 23 anos que está sumido desde então, é suspeito do crime segundo a polícia. Não há nenhuma denúncia de violência registrada pela jovem contra ele no sistema da Polícia Civil.

Entre janeiro e novembro de 2017, a Secretaria de Defesa Social (SDS) registrou 75 feminicídios – quando a vítima é morta por ser mulher. No mesmo período de 2016, 105 ocorrências do gênero foram contabilizadas. “É inadmissível que em pleno século 21 o Brasil continue a ser um país muito machista em que as mulheres são agredidas de maneira covarde ao longo dos anos”, afirmou o governador Paulo Câmara, durante uma solenidade para a entrega de viaturas do Corpo de Bombeiros, nesta quarta-feira (3).

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é quinto país com maior número de feminicídios. Câmara acrescentou que a violência contra a mulher é uma das prioridades da política pública estadual. “Espero realmente que no ano de 2018 a gente possa diminuir muito [essa violência]. Nós estamos atuando junto com a secretaria da mulher para que haja uma ampla campanha de esclarecimento buscando, justamente, que não haja a violência contra a mulher e caso haja que a mulher denuncie”, disse.

Investigações

O assassinato de Sibelly será investigado pelo delegado Valdenilton Cavalcanti, titular da Delegacia de São Lourenço da Mata. Ao lado do corpo dela foi encontrada uma faca que, possivelmente, teria sido utilizada no crime. O objeto foi recolhido para análise do Instituto de Criminalística (IC).

O empresário Romoaldo Cruz, pai da vítima, falou pela última vez com a filha no último domingo (31). Ele contou que vizinhos teriam escutado uma discussão entre o casal neste mesmo dia, que era véspera de réveillon. “Mas quando o pessoal chegou lá encontrou apenas ele, calmo, fumando um cigarro e bebendo cerveja. À noite, ele foi embora ouviram quando ele falava com a mãe no celular, dizendo que tinha feito uma tragédia em casa. Quando foram até lá encontraram ela morta em cima da cama”, lembrou.

Denuncie

A SDS chama atenção para que em casos de violência contra a mulher é essencial que seja feita denúncia em uma das 11 delegacias da mulher do Estado. Estão localizadas em Santo Amaro (Recife), Prazeres (Jaboatão dos Guararapes), no Cabo de Santo Agostinho, Paulista, Vitória de Santo Antão, Goiana, Caruaru, Surubim, Garanhuns, Afogados da Ingazeira e Petrolina.

Folha de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário