sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Tentativa de assalto a banco no Recife termina com funcionária baleada de raspão


Crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (1º) no Bradesco de Piedade (Foto: Sindicato dos Bancários de Pernambuco/Divulgação.)

Uma funcionária ficou ferida depois de ser atingida de raspão por um tiro e outra torceu o pé ao correr durante uma tentativa de assalto à agência do banco Bradesco de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na tarde desta sexta-feira.

A investida aconteceu por volta das 15h. Um cliente que se encaminhava com um malote de dinheiro para fazer um depósito na agência notou que estava sendo seguido e entrou na agência correndo. O homem que o seguia estava armado e atirou no interior do banco. Os vigilantes reagiram, atirando de volta.

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, o assaltante fugiu sem levar o dinheiro. "Esse fato mostra a necessidade de usar vidros blindados ou com película balística, pois expõe todos (clientes e funcionários) ao risco de morte", pontuou o sindicato. A Polícia Militar foi acionada e registrou a ocorrência. Além das funcionárias feridas, as vidraças da área do autoatendimento e parte dos vidros da fachada do banco foram quebrados.

Números

Em 2017, foram contabilizadas 46 ações de explosões a bancos e caixas eletrônicos no interior do estado pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Já em 2016, no período de janeiro a dezembro, foram 73 ocorrências do mesmo tipo. A secretaria informou ainda que, em outubro, as ações criminosas contra bancos foram as que apresentaram maior redução entre os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Nesse período, foi consumada apenas uma única investida contra agência bancária, ou seja, metade do número de ocorrências registradas em setembro.

"É o melhor resultado para crimes contra instituições financeiras desde agosto de 2013. A Força-Tarefa Bancos, que agrega as Polícias Civil e Militar de Pernambuco, mais polícias Federal, Rodoviária Federal e Exército, já prendeu 79 pessoas envolvidas com roubos a bancose carros-fortes, somente em 2017. Desde 2016, quando foi criadas, essa Força-Tarefa já prendeu mais de 220 praticantes dessa modalidade criminosa e desarticulou 30 quadrilhas", ressaltou o órgão.

Já de acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, 158 investidas criminosas contra instituições financeiras aconteceram este ano. A última ocorrência havia sido registrada em Afrânio, Sertão do estado, também nesta sexta-feira, onde um cofre foi explodido. Na última quarta-feira (29), um caixa eletrônico foi explodido em Angelim, no Agreste.

Diário de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário