quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Petrolândia/Jatobá: Movimento de ocupação da Usina Luiz Gonzaga é vitorioso com reabertura da mesa de diálogo e negociação de orçamento para 2018

v

Comissão formada para reunião

Saindo da reunião com documentos assinado


Foi feliz o desfecho, na tarde desta quinta-feira (14), da ação que manteve durante quatro dias o acampamento nas instalações da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga, entre Petrolândia e Jatobá, no Sertão de Pernambuco, em mobilização articulada pelo Polo Sindical do Submédio São Francisco Pernambuco e Bahia, lideranças sindicais, representantes de vários movimentos e trabalhadores, todos em prol do Sistema Itaparica, rede de Perímetros Irrigados construídos pela Chesf em Pernambuco e Bahia, às margens da reservatório de Itaparica. A ocupação foi iniciada na madrugada de segunda-feira (11), com a participação de centenas de pessoas. 

À reportagem do Blog de Assis Ramalho e Web Rádio Petrolândia, a líder sindical Genilda relatou, com satisfação, a vitória do movimento para a reabertura do diálogo com o governo e a negociação do orçamento de 2018 para a manutenção dos perímetros irrigados do Sistema Itaparica. 

"Boa tarde, Assis! Quero dizer que, graças a Deus, o nosso ato na Usina Luiz Gonzaga foi vitorioso. Então, acertadamente, o Polo Sindical e Comissão, junto com seus parceiros, parlamentares compromissados e sérios, com esse Sistema Itaparica, que estiveram aqui conosco estes dias. O Polo Sindical do Submédio São Francisco Pernambuco e Bahia, acertadamente decidiu e acertou quanto ao ponto de sua estratégia de ação, de mobilização, foi aqui na Usina Luiz Gonzaga, onde tudo começou. Então, valeu o empenho, valeu o esforço, todas as pessoas, todos que contribuíram pra nossa ação, pra nossa luta ter sido vitoriosa. 

Os pontos de pauta que nós apresentamos pra o governo hoje, em reunião por vídeoconferência e com a presença da Chesf, valeu a pena, porque nós saímos com o orçamento. Foi um fechamento do orçamento 2017. Para as questões de O&M [Operação e Manutenção] é que não foi fechado o orçamento, então vamos ter uma reunião dia 27, em Brasília, para discutir e encaminhar. Em 2018, o orçamento da previsão do PLOA, é de R$ 20 milhões, mas, entende-se o Sistema Itaparica, o Polo Sindical e a Codevasf também, informam que esse valor não representa um terço do valor, mas vamos ter a oportunidade de conversar, de dialogar na mesa, mais orçamento para o Sistema Itaparica. 

A grande conquista de tudo foi a retomada da mesa de diálogo. A mesa de diálogo vai ser retomada pra o Sistema Itaparica, já tem agendamento de uma reunião para fazer o planejamento, o agendamento de datas, para 2018 da mesa de diálogo. E vai estar, também, incluído nesta pauta, todas as reivindicações de revitalização do Sistema, definição do modelo de gestão dos perímetros, a conclusão do Jusante, que foi ponto de pauta pra estar sendo concluído o Jusante em 2018, a regularização fundiária dos perímetros e vamos estar discutindo a questão da ATER [Assistência Técnica e Extensão Rural]. Nossos trabalhadores não podem ficar sem ATER. Então, o governo está bancando quatro passagens de pessoas do movimento para estarem indo a Brasília. 

E nós, por conta da nossa ação aqui na Usina Luiz Gonzaga, o Polo Sindical e algumas pessoas receberam uma ação. Então, essa ação judicial está sendo retirada, está sendo destituída do processo, então, isso é muito vitorioso para nós, no governo de coalizão, nesse governo em que a gente está, nesse governo Temer, nós termos chegado aonde nós estamos, nós termos saído dessa ação vitorioso, com conquista. Mostra a força, a união dos trabalhadores, que os trabalhadores, cada um agora na sua base, se mobilize e jamais vamos deixar essa bandeira cair. Itaparica tem que estar sempre com sua bandeira levantada, firme e forte." 


Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações e fotos do Polo Sindical Submédio São Francisco PE/BA


0 comentários:

Postar um comentário