quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Palácio de São Miguel, em Fernando de Noronha, será reinaugurado nesta quinta-feira

Sede administrativa da ilha passou por modificações nas suas dependências e terá um memorial para visitação (Foto: Ney Anderson)

Depois de seis meses de requalificação, o Palácio de São Miguel, sede administrativa de Fernando de Noronha, será entregue nesta quinta-feira, 28, às 17h, com as presenças do administrador da ilha, Luís Eduardo Antunes, e toda a sua equipe, conselheiros distritais e da população local.

Foram feitas intervenções em toda a coberta, restauro dos tacos originais do piso e dos móveis antigos, alguns deles de meados do século XX. O vitral que fica localizado na parede posterior do edifício, da escola do artista alemão Heinrich Moser, feita pela vitralista Aurora Lima, também foi totalmente restaurado. Toda a escadaria do prédio também recebeu qualificação, como também a pintura de todo o prédio, que ganhou a cor amarelo ocre.

Além disso, novos mobiliários foram colocados para atender melhor as demandas dos setores administrativos, com mudanças no layout, que está também com novas ornamentações. Além da requalificação do Palácio de São Miguel, o monumento doado pelo governo português, construído em homenagem aos aviadores Gago Coutinho e Sacadura Cabral, que fica em frente ao palácio, teve o restauro completo. Da mesma forma que os dos canhões do século XVIII, retirados do Forte do Bom Jesus do Leão e duas Baterias Antiaéreas, do século XX, da II Guerra Mundial, instalados ao lado do monumento.


O prédio de 550 metros quadrados fica localizado na Vila dos Remédios e é tombado como Patrimônio Histórico, por conta disso toda a execução da requalificação teve que ser autorizada pelo Iphan. O Palácio, que completou 70 anos no dia primeiro de dezembro, também terá um espaço reservado para o memorial com as fotografias de todos os ex-administradores de Fernando de Noronha e que será aberto ao público.

“Essa requalificação era de extrema urgência, porque já estava em processo muito avançado de desgaste nas suas estruturas. Principalmente o telhado, que não estava conseguindo conter as chuvas, e o piso de taco original com sérios problemas. Vamos entregar para a população noronhense o Palácio de São Miguel mais bonito e aconchegante, com um espaço para visitação contando um pouco sobre a história do local”, comenta o administrador de Fernando de Noronha, Luís Eduardo Antunes.

História

O grande casarão já foi utilizado como diretoria do presídio, além de um pequeno Museu e Arquivo Histórico, a sede do primeiro banco instalado na ilha, o banco real e como residência dos governadores militares do Exército. Na sua história está o seu uso para aquartelar o comando o Grupo Antiaéreo do Destacamento Misto, usado como tal durante a II Guerra Mundial (entre 1942 e 1945). Por isso o nome Palácio são Miguel. O Palácio de São Miguel foi inaugurado solenemente em 1º de dezembro de 1947, como sede da Administração do Distrito.

ATDEFN


0 comentários:

Postar um comentário