terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Dois saguins cegos encontrados no Recife são entregues à CPRH


Animais foram encaminhados na tarde desta segunda (11) para o Cetas Tangara, onde serão avaliados (Foto: Divulgação/CPRH)

Um sagui fêmea, adulto, é visto por um segurança do Hospital São Marcos, no Paissandu, área central do Recife, como se estivesse sem rumo, batendo com a cara em muros e paredes. Vendo que o primata estava cego, o segurança leva o mesmo para casa, cuida, e organiza uma vaquinha pelo Facebook para arrecadar dinheiro e levá-lo a uma clínica veterinária. No dia seguinte, já com R$ 140 prometidos, encontra no mesmo local outro sagui, macho, também cego, e, também pela rede social, recebe a orientação de levar o animal à Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), orientação seguida de imediato, na manhã desta segunda-feira (11).

O casal de saguis (Callithril sp.) foi encaminhado na tarde desta segunda para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, no bairro da Guabiraba, Zona Norte do Recife, onde será avaliado clinicamente. Os dois foram encontrados pelo segurança Renato Alexandre numa área que fica por trás do Hospital São Marcos, na Rua Portugal – Paissandu, a fêmea no domingo (10) e o macho nesta segunda. Não se sabe se a cegueira foi provocada por maus-tratos ou por alguma infecção.

Ao fazer a entrega voluntária à CPRH, Renato Alexandre disse ter se compadecido com a situação do sagui fêmea e que, após pesquisa na internet, propôs a vaquinha via rede social, já que viu que o animal precisaria ser levado a um veterinário. Ele lembrou que, também próximo ao local do seu trabalho, há aproximadamente um mês, outro sagui foi encontrado, mas morto, por descarga elétrica.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário