terça-feira, 5 de dezembro de 2017

CPRH combate desmatamento e invasão em área de preservação em Abreu e Lima

Ação barra tentativa de ocupação em doze pontos de mata, próximos à Estação Ecológica de Caetés. Cercas e barracos que eram construídos foram derrubados (Foto: CPRH/Divulgação)

Uma ação conjunta da Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH) e 1 ª Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), da Polícia Militar, identificou doze pontos de desmatamento e de invasão para ocupação – alguns já com início de construções – em área de mata próxima à Estação Ecológica de Caetés (Esec Caetés) e da Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe, na Região Metropolitana do Recife. A fiscalização, realizada neste domingo (3), resultou na destruição de um acampamento, de cercas e das construções, além da apreensão do material encontrado (bicicletas, enxadas, picaretas e outras ferramentas).

As áreas identificadas ficam em território do município de Abreu e Lima e, a partir desta semana, terão reforço de monitoramento do órgão ambiental, com a participação também de equipe da Prefeitura local. Em alguns pontos, o desmatamento foi recente e, com a própria madeira desmatada, era iniciada a construção de barracos. Próximo ao acampamento encontrado, em um dos pontos de área desmatada, seis homens – possivelmente invasores da área de preservação – fugiram pela mata. Os dados do georreferenciamento ainda estão em análise pelo setor de fiscalização florestal, que coordenou a ação.

Na última semana de novembro, em outra fiscalização, agentes ambientais da CPRH constataram desmatamentos em três áreas da Estrada de Aldeia, no município de Camaragibe. Juntas, elas somavam pouco mais de 15 hectares. Na ocasião, também foram apreendidos 62 pássaros silvestres e destruídos gaiolas e alçapões encontrados presos a árvores. A investida foi motivada por denúncias feitas à própria CPRH e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e teve a participação também da Cipoma e da Depoma (Polícia Civil).

Em mais um passo no sentido de reforçar essas investidas, a CPRH instituiu um Grupo de Trabalho (GT) voltado para o setor de fiscalização da fauna e da flora. Semanalmente, os integrantes se reúnem para planejar ações conjuntas – com os órgãos parceiros –, além de apurar denúncias recebidas, com o mesmo objetivo de cair em campo em novas fiscalizações.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário