domingo, 24 de dezembro de 2017

Ceia natalina: nutricionista fala de como se alimentar ‘’sem culpa’’

Coordenador de Nutrição da UNINASSAU Caruaru ainda sugere alimentos que podem ser incluídos na tradicional ceia.

A ceia natalina é um momento de confraternização e alegria para muitas pessoas que celebram o natal. No entanto, aqueles que querem perder peso, resistir as delicias pode ser uma verdadeira provação. Contudo, existem alternativas que podem ajudar aquelas pessoas que não querem perder o foco e é exatamente para essas pessoas que o nutricionista e coordenador do curso de Nutrição da Faculdade UNINASSAU Caruaru, Adriano Oliveira, dá dicas de como aproveitar a ceia natalina sem sentimento "de culpa", apenas trocando alguns alimentos por outros.

Segundo o nutricionista é interessante comer com moderação queijos, azeitonas, salames, alimentos embutidos, enlatados, além de manter a distância de salgados sempre que possível. Uma boa alternativa para aperitivo saudável são as torradas integrais com patê à base de iogurte natural ou patê light. Alho, cebola e ricota também são opções nutritivas e saborosas que podem render bons pratos.


Para Adriano, alguns ingredientes de baixa caloria podem deixar a ceia deliciosa, além de prática."As frutas desidratadas, como damasco, ameixa, maçã e abacaxi também são ótimas opções no Natal. Elas enfeitam a mesa e ainda podem substituir sobremesas calóricas, além de fornecerem muitos nutrientes. E vale incrementar os pratos todos: farofa, salada, molhos e até no arroz. As especiarias como açafrão, pimenta, ervas, alecrim e manjericão também são ótimos para dar um gosto especial a ceia", comentou.

Ainda segundo ele. "Aquele arroz repleto de bacon, calabresa e outros ingredientes nada nutritivos, também podem ser repaginados. Pode-se começar trocando o arroz branco pelo integral’’.

Como prato principal, o nutricionista recomenda carnes brancas como o peru, frango, chester e peixe, que segundo Adriano Oliveira "são ótimas fontes de proteína magra, e o ideal é que sejam assados ou grelhados, acompanhados de legumes e molhos leves’’. Como dica final, ele sugere que se evite carnes gordurosas como o tender, leitão, costela e as frituras.

Ascom UNINASSAU


0 comentários:

Postar um comentário