terça-feira, 14 de novembro de 2017

Petrolândia: Joilton é candidato com perspectiva de vitória na presidência da Câmara de Vereadores no biênio 2019-2020

Vereador Joilton Pereira, candidato à presidência da Câmara Municipal (Fotos: Assis Ramalho/Arquivo BlogAR)
Mesa Diretora 2017/2018: Dedé de França (vice-presidente), Delano Santos (presidente) e Joilton Pereira (secretário)

Com bastante antecedência, começaram as articulações para a sucessão da presidência da Câmara Municipal de Petrolândia. O mandato do presidente do primeiro biênio (2017/2018), Delano de Dona Santa (PSB), ainda não chegou à metade, mas, negociações já apontam a vitória do atual secretário da Mesa Diretora, Joilton Pereira (PTB), para sucedê-lo.

Na última sessão ordinária da Câmara, realizada no dia 8 deste mês, Joilton apresentou projeto que volta a permitir a reeleição da Mesa Diretora, vetada hoje por lei aprovada no final de 2016, de autoria do ex-vereador Juarez Patriota, que impede a aplicação do disposto no Artigo 14 da Lei Orgânica sobre "reeleições consecutivas, subsequentes e sucessivas para o mesmo ou outro cargo, dentro de uma mesma legislatura". Registre-se que, pesquisado por nossa reportagem no site da Câmara Municipal, o normativo de 2016 não foi localizado, pois as atualizações do site restringem-se a informações obrigatórias (Transparência) ou supérfluas, como notícias. A única legislação municipal disponível é a primeira versão da Lei Orgânica, de 28/10/2010.

De acordo com informações chegadas à nossa reportagem, Joilton é candidato à presidência no biênio 2019/2020 e poderá ser eleito com os votos da bancada de Oposição, formada por Jorge Viana (PSL), Zé Pezão (PTB), Louro do Vidro (PCdoB), Evaldo Nascimento (PSD). Além do voto do próprio Joilton, o apoio decisivo, entre os 11 vereadores, viriam de dois vereadores de situação. Um deles do atual vice-presidente da Mesa Diretora, Dedé de França, filiado ao PSB, partido que comanda o Executivo e o Legislativo de Petrolândia, portanto, da bancada governista. Em contato com nossa reportagem, Dedé de França confirmou que apoia a candidatura de Joilton, apesar de não ser da Oposição.

O sétimo voto para Joilton seria do vereador Nilson Pescador (PSDC), que iniciou seu primeiro mandato como vereador independente, depois passou a integrar a bancada governista, e também já declarou apoio ao candidato.

A composição da Mesa Diretora para o biênio 2017/2018 foi formada quase imediatamente após a eleição de 2016, na qual Joilton apoiou a eleição de Delano para presidente. Todos os vereadores da Mesa Diretora estão em seu primeiro mandato. Autodeclarado como vereador independente - nem situação nem oposição -, após a reunião para votar o pedido de adiamento da sessão que apreciará as contas de 2009 do ex-prefeito Lourival Simões, remarcada para o dia 22 deste mês, o vereador Zé Pezão, correligionário do candidato à presidência da Casa Aureliano de Menezes, acusou o governo do município de ter "escanteado" o secretário, que manifestou voto contrário ao pleito. Desde então, o vereador manifesta sua posição como sendo de Oposição.

A vitória de Joilton à presidência da Mesa Diretora garante à Oposição retornar à liderança da Câmara. Como brinde, o eleito assume a figura de "vice-prefeito" de Petrolândia, investido na função de prefeito durante as ausências de Janielma Souza.

Após a consolidação do PSB como partido dominante em Petrolândia, com presidência e vice-presidência da Câmara Municipal e Prefeitura, o apoio de um vereador do PSB à chapa apoiada pela Oposição, a concorrer com a possível candidatura do atual presidente à reeleição, escancara a implosão do diretório municipal do partido, agravada pela ruptura entre os Bezerra Coelho de Petrolina e o Governo de Pernambuco.

Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário