sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Antonio Nóbrega apresenta show comemorativo aos 25 anos do Instituto Brincante

No mesmo fim de semana, artista leva ao espaço uma aula-espetáculo sobre o livro Com Passo Sincopado – Em Busca de uma Linguagem Brasileira de Dança (Foto: Divulgação)

No aniversário de 25 anos do Instituto Brincante, Antonio Nóbrega homenageia a casa que fundou com Rosane Almeida em um show dentro do projeto Brincante Musical. A promessa é misturar estilos musicais, danças, violinadas, histórias e poemas.

Nóbrega apresenta obras do seu primeiro show, Na Pancada do Ganzá (1996), que fez temporada no Brincante. O disco reúne cantos tradicionais brasileiros e faz referência a Mário de Andrade, que na década de 20 deu esse nome aos registros musicais realizados durante viagens ao Norte e ao Nordeste brasileiro.

O artista também leva ao público algumas canções que irão compor seu próximo trabalho, ainda sem data de lançamento. Edmilson Capelupi, Zezinho Pitoco, Olivinho e Léo Rodrigues acompanham o músico no palco.

LIVRO COM PASSO SINCOPADO

Nóbrega estará no Teatro Brincante novamente no sábado, dia 25, com a aula-espetáculo de apresentação da pesquisa Com Passo Sincopado – Em busca de uma linguagem brasileira de dança. Ele estará acompanhado dos bailarinos Antonio Meira, Alisson Lima e Letícia Doretto. Depois da apresentação haverá um debate com participação do público.

A ideia dos dois eventos também comemora a resistência do Instituto Brincante, que em 2014 foi despejado, mas conseguiu ser instalado em nova sede após a campanha #ficabrincante, com arrecadação de mais de 100 mil reais. Desde então, o Instituto Brincante é considerado patrimônio imaterial pelo Conpresp - (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico), órgão pertencente à Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

SOBRE ANTONIO NÓBREGA

Nascido em Recife, começou a estudar violino aos 8 anos. Em 1971, Ariano Suassuna convidou-o para integrar o Quinteto Armorial. A partir daí, passou a estudar o universo da cultura popular e a criar espetáculos de teatro, dança e música nela referenciados. Entre eles: Brincante, Segundas Histórias, O Marco do Meio Dia, Figural, Na Pancada do Ganzá, Madeira Que Cupim Não Rói, Pernambuco Falando para o Mundo, Lunário Perpétuo, Nove de Frevereiro, Naturalmente, Húmus, entre outros. Recebeu diversos prêmios, entre eles o Shell de Teatro, o Tim de Música, APCA, Mambembe, Conrado Wessel, Governador do Estado de São Paulo.

Com seus espetáculos, o artista tem viajado pelo Brasil e outros países. Recebeu duas vezes a Comenda do Mérito Cultural. Tem 12 CDs gravados e três DVDs. Em novembro de 1992, fundou com Rosane Almeida – atriz, bailarina e sua esposa – o Instituto Brincante, em São Paulo. Em 2014, o cineasta Walter Carvalho realizou o longa-metragem Brincante, dedicado à sua trajetória artística.

Fervo Comunicação


0 comentários:

Postar um comentário